sicnot

Perfil

Mundo

Karadzic considera monstruoso o veredito de culpado de crimes de guerra

O ex-líder sérvio-bósnio Radovan Karadzic classificou hoje como monstruoso o veredito de culpado de crimes de guerra, emitido pelo Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia, na sua primeira comparência em tribunal após a condenação a 40 anos de prisão.

MICHAEL KOOREN

Numa audiência especial no tribunal sediado em Haia, Karadzic declarou mais uma vez a sua inocência de todos os crimes de que é acusado, incluindo genocídio, no âmbito das guerras dos Balcãs, na década de 1990.

O ex-dirigente sérvio-bósnio instou o TPIJ a libertá-lo para preparar o seu recurso, revelando que já tinha feito as malas antes do veredito de 24 de março, esperando ser libertado.

Mas os juízes do tribunal criado pela ONU consideraram que Karadzic, o mais alto responsável condenado por crimes cometidos durante as guerras que desmembraram a Jugoslávia, tinha responsabilidade criminal por homicídio e perseguição durante o conflito da Bósnia (1992-95).

O juiz O-Gon Kwon considerou Karadzic culpado de genocídio, pelo massacre de Srebrenica, em 1995, e outras nove acusações, incluindo exterminação, deportações e sequestro, num veredito emitido mais de duas décadas depois de ter sido acusado.

"Em vez da única decisão certa, a absolvição, e de me permitirem ir embora para casa -- eu já tinha feito as malas na unidade de detenção -, temos agora um julgamento, e é monstruoso, tal como a própria condenação é monstruosa", sustentou Karadzic.

"Durante oito anos, participei nos procedimentos de forma exemplar, para garantir que não contribuiria para comprometer o funcionamento deste tribunal de qualquer maneira que fosse", disse Karadzic na audiência especial que pediu para discutir os seus problemas de "saúde mental".

Quase 8.000 homens e rapazes muçulmanos foram assassinados e os seus corpos atirados para valas comuns em julho de 1995 em Srebrenica, no leste da Bósnia, quando as forças sérvias-bósnias ignoraram o contingente holandês de manutenção da paz, munido de armamento ligeiro, que protegia a zona segura pela ONU.

O massacre, considerado genocídio por dois tribunais internacionais, foi o maior derramamento de sangue em solo europeu desde a Segunda Guerra Mundial.

Lusa

  • Bernardo Silva no Manchester City

    Desporto

    O internacional português Bernardo Silva é o mais recente reforço do Manchester City, equipa inglesa treinada por Pep Guardiola, num contrato válido por cinco temporadas.

    SIC

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mas do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • EUA testam sistema de defesa antimíssil

    Mundo

    Os Estados Unidos realizam na próxima semana um teste ao seu sistema de defesa antimíssil que, pela primeira vez, terá em consideração uma eventual ameaça de um míssil balístico intercontinental, ação que terá em mente as recentes ameaças norte-coreanas.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00

    Pequenas grandes histórias

    Aconteceu na Rússia, na estação de televisão Mir24 TV. A pivô, Ilona Linarte, viveu um momento insólito, no estúdio, quando apresentava o jornal. Um cão de raça labrador preto apareceu atrás dela aos saltos. A pivô foi apanhada de surpresa e reagiu com humor.