sicnot

Perfil

Mundo

Nova lei no Mississipi permite recusa em atender homossexuais

O governador do estado norte-americano do Mississipi assinou hoje uma lei que permite aos estabelecimentos comerciais e funcionários públicos recusarem-se a atender casais homossexuais com base em crenças religiosas.

© Lucy Nicholson / Reuters

A chamada Lei de Proteção de Liberdade de Consciência da Discriminação Governamental tem sido contestada pela comunidade LGBT, por estabelecimentos comerciais locais e pelo Conselho Económico do Mississipi.

O governador republicano explicou em comunicado que o objetivo da lei é proteger as crenças religiosas e as convicções morais de indivíduos, organizações e associações privadas de ações discriminatórias por parte do Governo do estado.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras