sicnot

Perfil

Mundo

Anúncio racista? Polémica nas redes sociais leva Gap a pedir desculpa

Um anúncio que mostra um fotografia de quatro raparigas numa postura descontraída está a gerar enorme polémica nas redes sociais. Na imagem aparece ao centro uma rapariga mais alta com o braço sobre a cabeça de uma menina negra, esse é o pormenor controverso. Para uns a foto é totalmente inofensiva, para outros exemplo do racismo "passivo" que continua a vigorar nos Estados Unidos. A discussão ganhou tamanha dimensão que a Gap, marca de roupa publicitada na imagem, veio pedir desculpa e anunciou que a fotografia vai ser retirada da campanha publicitária.

"Qual é a mensagem para as raparigas negras?... Será que elas têm de ser vistas como subordinadas?... Gap, vocês deviam ter vergonha!... ", este é um dos comentários na rede social Twitter que iniciou a polémica.

A nova coleção da Gap, feita em colaboração com a conhecida apresentadora norte-americana Ellen DeGeneres, provocou uma vaga de contestação sem precedentes. O braço da rapariga branca colocado sobre a cabeça da menina negra é objeto de uma interpretação para muitos impensável.

Assume-se que esta colocação das raparigas na foto é racista e que mesmo que a Gap não tenha sido intencionalmente racista, a marca reflete o racismo "passivo" que continua a sentir-se nos Estados Unidos, defendem muitos comentários publicados nas redes sociais.

Apesar de também para muitos outros a imagem ser inofensiva e os comentários sobre racismo serem ridículos, o certo é que a polémica levou ao cancelamento da campanha. Este é apenas mais um exemplo do enorme impacto mediático que as redes sociais têm nos nossos dias.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.