sicnot

Perfil

Mundo

CPLP apoia candidatura de António Guterres a secretário-geral da ONU

A Assembleia Parlamentar da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) expressou hoje em Brasília o seu "total apoio à candidatura" do antigo primeiro-ministro português António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas.

© Pierre Albouy / Reuters (Arquivo)

No documento final da VI Assembleia Parlamentar da CPLP, os deputados destacaram que Guterres, que ocupou até fevereiro passado o cargo de Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados sempre defendeu "os princípios e valores essenciais da paz, da solidariedade e do desenvolvimento sustentável da Humanidade".

Na moção, os deputados consideraram que a sua candidatura contribuirá para a promoção da língua portuguesa como língua de trabalho no seio da ONU, bem como dos "valores que constituem a magna carta da CPLP".

Noutra moção, os deputados expressaram a sua "solidariedade e apoio ao povo e às autoridades timorenses no processo de negociação das fronteiras marítimas" do país com a Austrália.

Os representantes dos povos dos países da CPLP pediram "urgência" na conclusão do processo, "em respeito do direito inalienável de Timor-Leste à definição das suas fronteiras, em conformidade com o direito internacional".

O Executivo de Timor-Leste fez saber recentemente que o governo australiano não está aberto a negociar sobre fronteiras marítimas, e Camberra insiste que o atual acordo de partilha de recursos no Mar de Timor cumpre as obrigações internacionais.

Os cerca de 50 deputados presentes também manifestaram "o seu apoio e solidariedade para com o povo guineense face a atual situação de crise politica que atravessam, augurando que seja encontrada com a maior brevidade possível uma solução pacífica, respeitando os princípios previstos das normas constitucionais naquele país".

A Guiné-Bissau vive uma crise política desde agosto do ano passado, quando o Presidente, José Mário Vaz, destituiu o então primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira, dando início a um confronto político com o partido do Governo.

Foram também discutidas as condições para a criação e o funcionamento do secretariado permanente da Assembleia Parlamentar da CPLP, que será fixado em Luanda.

Na reunião foi ainda abordada a questão da comissão instaladora do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP e o compromisso de construção de uma agenda para a educação, que envolva intercâmbios entre estudantes, semelhante ao programa europeu Erasmus.

Durante a reunião da Assembleia Parlamentar, foi também abordada a livre circulação de pessoas na CPLP, com o presidente da assembleia de São Tomé e Príncipe, José da Graça Diogo, a alertar que, apesar de todos os instrumentos já ratificados, persistem "restrições na aplicação prática".

O político propôs uma "profunda flexibilidade" sobre a criação de um estatuto jurídico do cidadão lusófono, semelhante ao que existe na Commonwealth e que permita a livre circulação e integração dos emigrantes de língua portuguesa nos territórios da CPLP onde residam, permitindo-lhes, inclusive, votar nesses países.

Na discussão, o deputado angolano João Pinto alertou que a CPLP é uma organização de cooperação e não de integração e que tal medida poderia pôr em causa a soberania dos Estados.

A chefe da bancada parlamentar da FRELIMO, Margarida Adamugy Talapa, concordou, frisando: "A nossa independência custou dez anos de luta".

Na sua intervenção, o presidente do parlamento timorense, Vicente da Silva Guterres, lamentou que ainda não tenha sido criada uma plataforma para promover o desenvolvimento da força económica da CPLP.

Nesse sentido, sugeriu ainda a criação de uma instituição financeira, à qual se possa recorrer, sem que se tenha de "ficar dependentes de empréstimos agiotas", que comprometem e hipotecam as futuras gerações.

O timorense defendeu ainda mais trabalho na assembleia da CPLP, frisando que esta não pode limitar-se à "realização de encontros anuais" e convidando os parlamentos a imprimirem "mais dinâmica ao funcionamento das comissões" parlamentares que devem funcionar como motor da assembleia.

Foi igualmente abordada a necessidade da diversificar a economia angolana para além do petróleo, apostando na criação no país de produtos que hoje são importados e no desenvolvimento de 'clusters' e incentivando a iniciativa privada.

O Brasil assumiu a presidência da Assembleia Parlamentar da CPLP neste encontro, que decorreu entre terça-feira e hoje em Brasília, e a que apenas faltou a delegação de Cabo Verde, devido às recentes eleições legislativas, realizadas no passado dia 20 de março.

Lusa

  • Corpos das vítimas do acidente aéreo chegaram a Chapecó

    Acidente aéreo na Colômbia

    Chegaram esta manhã a Chapecó, no sul do Brasil, os corpos das vitimas do acidente aéreo que causou a morte de boa parte da equipa de futebol chapecoense. Depois da cerimónia no aeroporto, vai haver um velório coletivo no estádio do clube. A SIC Notícias está direto do aeroporto Chapecó. A correspondente Ivani Flora está no aeroporto a acompanhar as cerimónias. O Presidente Michel Temer e outras personalidades do estado brasileiro estão no local a prestar homenagem às vítimas.

    Direto

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.