sicnot

Perfil

Mundo

Papa visita ilha grega de Lesbos a 16 de abril

O papa Francisco visita a ilha grega de Lesbos a 16 de abril, juntamente com o patriarca ecuménico de Constantinopla, Bartolomeu, estando previstos encontros com refugiados, anunciou hoje o Vaticano.

Papa Francisco vai visitar ilha grega de Lesbos no dia 16 abril

Papa Francisco vai visitar ilha grega de Lesbos no dia 16 abril

© Tony Gentile / Reuters

A viagem do papa realiza-se na sequência do convite de Bartolomeu e do Presidente da Grécia, Prokopis Pavlopoulos.

Na ilha, Francisco, Bartolomeu e o arcebispo ortodoxo de Atenas, Jerónimo II, vão encontrar-se com refugiados, na maioria sírios, que chegaram a Lesbos depois de terem atravessado o mar Egeu para fugir da guerra.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, explicou que o encontro com os refugiados poderá decorrer no centro de acolhimento instalado no porto daquela ilha grega.

Com esta deslocação, o papa volta a centrar-se na questão dos migrantes e refugiados, que dominou a primeira viagem do seu pontificado à ilha italiana de Lampedusa (sul), porto de chegada da rota migratória entre a Líbia e Itália e palco de numerosos naufrágios, tal como Lesbos.

Também durante a última viagem ao México, Francisco celebrou uma missa em Ciudad Juarez, localidade fronteiriça com os Estados Unidos, onde prestou homenagem aos imigrantes que tentam chegar a território norte-americano.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.