sicnot

Perfil

Mundo

Pop star mordida em palco por cobra venenosa canta até morrer

O acidente aconteceu a meio da segunda canção. A pop star indonésia Irma Bule, que partilha habitualmente o palco com estes répteis, foi mordida depois de pisar a cauda da cobra. Recusou tratamento médico e continuou a cantar, durante 45 minutos, até cair e morrer.

A pop star indonésia Irma Bule, que partilha habitualmente o palco com estes répteis, foi mordida depois de pisar a cauda da cobra

A pop star indonésia Irma Bule, que partilha habitualmente o palco com estes répteis, foi mordida depois de pisar a cauda da cobra

As cobras faziam parte da atuação de Irma Bule. Neste espetáculo em Karawang, em Java Ocidental, estava também em palco uma cobra real. Trata-se da maior cobra venenosa do mundo que pode atingir os seis metros de comprimento.

Irma Blue estava a meio da segunda canção quando pisou a cauda do animal. Em resposta a cobra real mordeu-lhe a coxa.

A pop star recusou tratamento e continuou a cantar durante 45 minutos, Começou a vomitar e depois desmaiou. Tudo isto ainda no palco. Foi depois levada para o hospital que confirmou o óbito.

Para as cobras poderem entrar em palco é preciso fazer uma mutilação das presas e retirado o veneno. Só assim os artistas e os manipuladores estão em segurança. Ao que tudo indica, este procedimento não foi feito com este animal.

O momento em que a cantora é mordida foi filmado. Veja aqui o vídeo.

Vídeo de uma atuação da cantora Irma Bule

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51