sicnot

Perfil

Mundo

Prisão perpétua para duas adolescentes inglesas que mataram mulher em casa

Duas adolescentes que espancaram uma mulher até à morte, em Inglaterra, e depois pediram uma boleia à polícia foram hoje condenadas a prisão perpétua, com pelo menos 15 anos de cumprimento da pena na cadeia.

© Toby Melville / Reuters

As duas raparigas, que tinham 13 e 14 anos na altura do ataque, foram acusadas, na terça-feira, de usarem várias armas, incluindo uma mesa de café e uma impressora para cometerem o crime, na casa da vítima, em dezembro de 2014.

A vítima, Angela Wrightson, com 39 anos, foi encontrada com mais de cem ferimentos no corpo, na sala, coberta de sangue, da sua casa, situada na cidade industrial de Hartlepool.

As duas saíram hoje da sala do tribunal a chorar, após ouvirem a sentença, no final do julgamento, que se prolongou por sete semanas.

Entre as armas utilizadas no ataque inclui-se uma televisão, uma pá, peças de decoração e uma chaleira. A mulher foi presa e torturada.

Durante o assalto, uma das raparigas falou com um amigo através da rede social Facebook, que a ouviu dizer: "Força. Esmaga-lhe a cabeça. Tritura-a".

As raparigas, agora ambas com 15 anos, chamaram a polícia cerca das 02:00 para conseguir uma boleia para casa.

Na carrinha da polícia, as raparigas publicaram uma fotografia na rede social Snapchat com a mensagem: "Eu... atrás, na carrinha da bófia [polícia] outra vez".

O procurador Gerry Wareham afirmou que as raparigas mostraram poucos remorsos.

"Na nossa sociedade, é difícil imaginar que duas raparigas tão jovens sejam capazes de tamanha violência", disse.

"Dada a crueldade do ataque à senhora Wrightson, podia-se pensar que as raparigas mostrassem algum remorso na sequência da sua morte. Pelo contrário, elas riram-se e sorriram enquanto tiravam uma 'selfie'", considerou.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.