sicnot

Perfil

Mundo

Prisão perpétua para duas adolescentes inglesas que mataram mulher em casa

Duas adolescentes que espancaram uma mulher até à morte, em Inglaterra, e depois pediram uma boleia à polícia foram hoje condenadas a prisão perpétua, com pelo menos 15 anos de cumprimento da pena na cadeia.

© Toby Melville / Reuters

As duas raparigas, que tinham 13 e 14 anos na altura do ataque, foram acusadas, na terça-feira, de usarem várias armas, incluindo uma mesa de café e uma impressora para cometerem o crime, na casa da vítima, em dezembro de 2014.

A vítima, Angela Wrightson, com 39 anos, foi encontrada com mais de cem ferimentos no corpo, na sala, coberta de sangue, da sua casa, situada na cidade industrial de Hartlepool.

As duas saíram hoje da sala do tribunal a chorar, após ouvirem a sentença, no final do julgamento, que se prolongou por sete semanas.

Entre as armas utilizadas no ataque inclui-se uma televisão, uma pá, peças de decoração e uma chaleira. A mulher foi presa e torturada.

Durante o assalto, uma das raparigas falou com um amigo através da rede social Facebook, que a ouviu dizer: "Força. Esmaga-lhe a cabeça. Tritura-a".

As raparigas, agora ambas com 15 anos, chamaram a polícia cerca das 02:00 para conseguir uma boleia para casa.

Na carrinha da polícia, as raparigas publicaram uma fotografia na rede social Snapchat com a mensagem: "Eu... atrás, na carrinha da bófia [polícia] outra vez".

O procurador Gerry Wareham afirmou que as raparigas mostraram poucos remorsos.

"Na nossa sociedade, é difícil imaginar que duas raparigas tão jovens sejam capazes de tamanha violência", disse.

"Dada a crueldade do ataque à senhora Wrightson, podia-se pensar que as raparigas mostrassem algum remorso na sequência da sua morte. Pelo contrário, elas riram-se e sorriram enquanto tiravam uma 'selfie'", considerou.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.