sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte acusa Presidente sul-coreana de aumentar "os riscos de guerra"

A Coreia do Norte voltou hoje a insultar a Presidente sul-coreana, Park Geun-hye, que qualificou de "mulher maléfica" com intenções belicistas. "Esta mulher maléfica sem comparação conduziu as relações Norte/Sul a um impasse total e aumentou os riscos de guerra", escreveu a Comissão para a Reunião Pacífica da Coreia (CRPC).

© POOL New / Reuters

Os novos insultos difundidos pela CRPC seguem-se a uma cimeira sobre a questão nuclear, presidida na semana passada pelo Presidente norte-americano, Barack Obama, e que contou com a participação de Park.

Segundo um porta-voz da CRPC, o comportamento da Presidente sul-coreana durante a cimeira, que condenou o desenvolvimento do programa nuclear norte-coreano, pode ser comparado a "uma crise de epilepsia de uma maníaca desprezível à procura de confronto".

As tensões agravaram-se consideravelmente na península coreana depois do quarto teste nuclear norte-coreano de 06 de janeiro, seguido a 07 de fevereiro pelo lançamento de um foguete considerado um ensaio de míssil balístico disfarçado.

Os meios de comunicação oficiais norte-coreanos lançaram nos últimos tempos vários ataques verbais contra a presidente sul-coreana, frequentemente grosseiros e sexistas, contra a sua posição em matéria nuclear e a aliança com os Estados Unidos.

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.