sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte garante ter capacidade de atacar EUA com armas nucleares

A Coreia do Norte garantiu hoje ter testado com sucesso um motor de míssil balístico intercontinental (ICBM, na sigla em inglês), que lhe assegura capacidade de realizar um ataque nuclear ao continente americano, informaram meios oficiais.

Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte.

Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte.

© KCNA KCNA / Reuters

Graças a este novo motor, a Coreia do Norte "pode equipar os seus mísseis balísticos intercontinentais de um novo tipo com ogivas nucleares mais poderosas e manter ao alcance de tiro todas as zonas cheias de malfeitores da Terra, incluindo a zona continental dos EUA", afirmou o líder norte-coreano, Kim Jong-un, que ordenou e controlou pessoalmente o teste, segundo a agência noticiosa da Coreia do Norte, KCNA.

Este "grande sucesso" dá ao país a "garantia" de poder lançar "(um) ataque nuclear sobre os imperialistas norte-americanos e outras forças hostis", declarou Kim, segundo a agência.

Muitos especialistas estrangeiros mostram-se céticos perante as numerosas reivindicações norte-coreanas do mesmo tipo, que se têm multiplicado nos últimos tempos. Estes peritos sugerem que o poder de Pyongyang procura evidenciar as suas ações antes do congresso do partido em maio.

O clima diplomático na península coreana não cessou de se degradar desde o quarto ensaio nuclear feito pela Coreia do Norte no início de janeiro, seguido em fevereiro pelo lançamento de um foguete, considerado como um teste disfarçado de um míssil de longo alcance.

Em resposta, o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu no início de março novas sanções e mais pesadas contra Pyongyang, incluindo restrições ao comércio marítimo e à exportação de minerais, bem como a interdição de fornecimento de combustível para aviões e foguetes.

Nas últimas semanas, a Coreia do Norte intensificou os anúncios belicosos sobre os progressos dos seus programas nuclear e balístico proibidos pela ONU, garantindo ter conseguido miniaturizar ogivas termonucleares que podem ser colocadas sobre um míssil balístico e criar assim uma "verdadeira" dissuasão nuclear.

Lusa

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC

  • A cadela que desistiu da CIA para ir "perseguir esquilos e coelhos"

    Mundo

    Nem todos os cães têm aptidão para combater o crime. Este é o caso de Lulu, uma cadela que estava a treinar para ser agente da CIA, mas que acabou por entrar na reforma ainda durante os treinos. Através do Twitter, a agência norte-americana anunciou na semana passada que Lulu já não iria treinar mais e que tinha sido adotada pelo agente que a treinava.

    SIC

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC