sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos seis mortos e 46 feridos no Paquistão devido a sismo

Pelo menos seis pessoas morreram e 46 ficaram feridas no noroeste do Paquistão devido ao sismo com epicentro no Afeganistão que abalou hoje vários países asiáticos, disseram fontes oficiais à agência noticiosa espanhola EFE.

© Mohsin Raza / Reuters

Na província de Khyber Pakhtunkhwa registaram-se cinco mortos e 45 feridos, indicou o porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres regional, Latif ur Rehman, adiantando que a maioria das mortes ocorreu nas ruas, tendo as vítimas sido atingidas por diferentes objetos.

Na vizinha região de Gilgit Baltistan uma pessoa morreu e outra ficou ferida, segundo o porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres da área, Ghulam Hussain.

O sismo de magnitude 6,6 na escala de Richter, registado às 14:58 locais (11:28 em Lisboa), afetou o nordeste do Afeganistão e do Paquistão, tendo sido sentido também na Índia, de acordo com o Instituto de Geofísica norte-americano.

O epicentro do sismo foi situado a 282 quilómetros a nordeste de Cabul, numa região montanhosa onde os tremores de terra são frequentes.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.