sicnot

Perfil

Mundo

Polícia turca desmantela célula de militantes curdos que preparavam atentado

A polícia turca desmantelou, na província de Bolu, uma célula de militantes curdos que estavam na posse de explosivos e de coletes usados em atentados suicidas, noticia hoje a agência de notícias Dogan.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

Reuters

As mesmas informações davam conta da detenção de sete membros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla original) no âmbito da investigação sobre um atentado suicida.

A polícia descobriu ainda duas pistolas, quatro engenhos explosivos, duas kalashnikov e dois coletes.

As detenções ocorreram três dias depois de a polícia ter matado dois suspeitos de serem membros do PKK nesta província localizada a meio caminho entre Istambul e Ancara.

A Turquia vive há meses em estado de alerta devido a uma série de ataques atribuídos ao grupo Estado Islâmico e/ou ligados ao conflito curdo, tendo quatro atentados causado 79 mortes em 2016 nas duas principais cidades daquele país.

Em fevereiro e março, dois atentados com viaturas armadilhadas causaram 29 e 35 mortos, respetivamente, bem como dezenas de feridos no centro da capital turca.

No sábado, a embaixada dos Estados Unidos na Turquia alertou ter conhecimento de "ameaças credíveis" de terrorismo em áreas turísticas em Istambul e da estância balnear de Antália, aconselhando os cidadãos norte-americanos a cuidados redobrados.

O alerta da missão diplomática norte-americana na capital turca surgia um dia depois de Israel ter feito idêntico aviso, falando de um "iminente risco" de ataques e pedindo aos turistas israelitas que se encontrem de visita à Turquia para regressarem a casa.

A 19 de março, Istambul foi alvo de um atentado terrorista numa das principais ruas do comércio local, provocando a morte a quatro turistas estrangeiros, três deles israelitas, ataque suicida atribuído pelo Governo islâmico-conservador turco ao grupo Estado Islâmico (EI).

A 10 de outubro de 2015, o EI reivindicou o ataque terrorista mais mortífero na capital turca, que provocou a morte a 103 pessoas que participavam numa manifestação pró-curda em Ancara.

Lusa

  • Apoiar o Governo "é um dever constitucional"
    0:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que apoiar o Governo é um dever constitucional do Presidente da República. Num balanço do primeiro ano em Belém, Marcelo respondeu assim a quem o acusa de andar com o Governo "ao colo".

  • Brexit só avança com aprovação parlamentar
    3:04

    Brexit

    O Supremo Tribunal britânico decidiu que o Governo precisa de ter a aprovação do Parlamento para avançar com o Brexit. A decisão foi validada por uma maioria de oito contra três juízes e justificada esta terça-feira pelo Supremo britânico. Por consequência, a libra esterlina atingiu a cotação mais alta do ano em relação ao dólar.

  • Primeira-ministra da Escócia apela ao voto contra a saída da UE
    2:25

    Brexit

    Depois da decisão do Supremo Tribunal britânico em relação ao Brexit, a primeira-ministra da Escócia veio pedir aos deputados que votem contra a saída da União Europeia. Nicola Sturgeon vai apresentar uma moção no Parlamento escocês para que este se pronuncie sobre o Brexit.

  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.

  • As propostas Chanel para a próxima estação
    1:34

    Mundo

    Um dos desfiles mais aguardados do mundo da moda aconteceu esta segunda-feira, em Paris, com as propostas da casa Chanel para a próxima estação primavera/verão. No final do desfile, e pela primeira vez em 30 anos, Karl Lagarfeld não deu nenhuma entrevista à comunicação social.