sicnot

Perfil

Mundo

Cinco detidos após tragédia em templo indiano

A polícia deteve hoje para interrogatório cinco trabalhadores de um templo no sul da Índia, onde uma explosão durante um espetáculo de fogo-de-artifício fez mais de uma centena de mortos no domingo.

Aijaz Rahi

A explosão ocorreu quando milhares de indianos celebravam o festival Vishu num templo hindu de Puttingal Deva.

"Cinco trabalhadores foram detidos para interrogatório", disse o chefe da polícia do distrito de Kollam, P. Prakash, à agência AFP por telefone.

"Não são detenções formais. Só depois de interrogados saberemos o seu eventual envolvimento e tomaremos medidas adicionais", realçou.

Segundo o mesmo responsável, a polícia vai investigar quem foi responsável por levar o espetáculo de fogo-de-artifício avante apesar de as autoridades locais terem negado autorização.

O Governo de Kerala ordenou a abertura de um inquérito à tragédia e a polícia avançou com um processo-crime contra as autoridades do templo.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, considerou que a tragédia é um "choque muito maior do que as palavras".

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".