sicnot

Perfil

Mundo

Deputados britânicos consideram "lamentável" condenação dos ativistas angolanos

Um grupo de deputados britânicos manifestou-se "profundamente preocupado" com a condenação à prisão de 17 ativistas angolanos no passado dia 28 de março por um tribunal de Luanda, a qual consideraram "lamentável".

PAULO JULI\303\203O

O Grupo Parlamentar Pluripartidário britânico para Angola declarou hoje, em comunicado, estar "profundamente preocupado com a lamentável decisão" tomada pelo Tribunal Provincial de Luanda.

Segundo o comunicado, a situação, nomeadamente a greve de fome de alguns dos ativistas que antecedeu o julgamento, já tinha sido motivo de preocupação de membros do grupo, que levantaram o tema no Parlamento e também junto de deputados e diplomatas angolanos.

Hoje, o grupo apelou a todos as partes, incluindo o parlamento angolano e o sistema judicial, os parceiros de Angola e a comunidade internacional, a "defender e promover o direito à liberdade de expressão, a liberdade de reunião e manifestação pacífica e desarmada e o direito a um julgamento justo e rápido de acordo com a constituição angolana e a lei internacional".

Um tribunal de Luanda condenou a 28 de março a penas entre dois anos e três meses e oito anos e seis meses de prisão efetiva os 17 ativistas angolanos que estavam desde 16 de novembro a ser julgados por coautoria de atos preparatórios para uma rebelião e associação criminosa.

Os ativistas condenados rejeitaram sempre as acusações que lhes foram imputadas e garantiram, em tribunal, que os encontros semanais que promoviam - foram detidos durante um deles, a 20 de junho do ano passado - visavam discutir política e não promover qualquer ação violenta para derrubar o regime.

Os 17 ativistas condenados são o músico e engenheiro informático luso-angolano Luaty Beirão, o estudante universitário Manuel Chivonde "Nito Alves", o professor universitário Nuno Dala, o jornalista e professor universitário Domingos da Cruz, o professor primário Afonso "M'banza Hanza", o professor do segundo ciclo José Hata e o jornalista Sedrick de Carvalho.

O funcionário público Benedito Jeremias, o cineasta Nélson Dibango, o mecânico Fernando António Tomás, o tenente da Força Aérea Osvaldo Caholo, os estudantes Inocêncio de Brito, Albano Bingo Bingo, Arante Kivuvu e Hitler Tshikonde, a estudante universitária Laurinda Gouveia e a secretária Rosa Conde são os restantes condenados.

O tribunal rejeitou argumentos da defesa como recolha ilegal de imagens nas reuniões, falta de mandados de captura, ou mesmo que as sessões em causa resultavam do exercício do direito à livre reunião e associação.

O Grupo Parlamentar Pluripartidário britânico para Angola é composto por deputados dos diferentes partidos representados no Parlamento britânico com interesse naquele país africano, mantendo contactos e promovendo as relações com deputados angolanos e entre os dois países, sendo presidido pelo deputado do partido Trabalhista Chi Onwurah.

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Ronaldo dispensado da seleção para ir conhecer os filhos

    Taça das Confederações

    A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informou em comunicado que Cristiano Ronaldo foi dispensado da Taça das Confederações "para que possa conhecer os seus filhos". Numa mensagem no Facebook, o jogador mostrou-se sensibilizado com a decisão da Federação, acrescentando ainda que está "muito feliz por poder, finalmente, estar com os (...) filhos pela primeira vez".

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25