sicnot

Perfil

Mundo

Três passageiros chineses proibidos de viajar de avião por mau comportamento

A China proibiu três cidadãos do país de viajar nas principais companhias aéreas por "comportamento incivilizado", noticiou hoje a imprensa estatal, numa altura em que Pequim tenta incutir maneiras nos turistas chineses, os mais numerosos do mundo.

Arquivo reuters

Os três foram penalizados por atacar um agente de segurança no ponto de controlo com uma lata de leite, agredir funcionários da companhia aérea e recusar-se a desligar o computador portátil durante a aterragem, avança o jornal oficial China Daily.

São os primeiros nomes a fazer parte do sistema criado em fevereiro passado pela China Air Transport Association, e passam a estar impossibilitados de reservar voos com as cinco maiores companhias aéreas do país nos próximos dois anos.

As autoridades chinesas classificaram, no ano passado, 11 tipos de atitudes em terminais e aviões como "estritamente proibidas", incluindo danificar as instalações de segurança do aeroporto ou agredir membros da tripulação, destaca o China Daily.

Nos últimos anos, vários casos de comportamento impróprio foram noticiados.

Em janeiro passado, 25 passageiros foram detidos pela polícia para interrogatório depois de se terem envolvido em escaramuças com membros da tripulação na sequência de um atraso devido ao mau tempo e de terem aberto as saídas de emergência.

Em 2013, um funcionário do Governo desatou a esmagar computadores no balcão de embarque e tentou partir uma janela com uma tabuleta, depois de ter perdido dois voos.

Em 2014, uma disputa motivada pela disposição dos assentos levou uma passageira a despejar uma taça de macarrão com água a ferver numa hospedeira de bordo e a desatar ao murro nas janelas da cabine, ameaçando que iria saltar fora.

Numa iniciativa semelhante, a administração do turismo chinês publicou, em 2013, o "Guia do turista bem comportado", com recomendações como evitar meter os dedos no nariz em público ou limpar os dentes com os dedos.

Segunda maior economia mundial, a seguir aos Estados Unidos da América, a China é o maior emissor mundial de turistas.

Pelas contas do Governo chinês, 120 milhões de chineses viajaram para fora da China Continental em 2015, um aumento de 19,5% face ao ano anterior

Lusa

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.