sicnot

Perfil

Mundo

Site pornográfico bloqueia utilizadores da Carolina do Norte

Um site pornográfico está a recusar o acesso dos utilizadores da Carolina do Norte. É a resposta do xHamster à recente legislação, aprovada naquele Estado, promove a discriminação de homossexuais e transexuais.

reuters

"Passámos os últimos 50 anos a lutar pela igualdade de todos e estas leis são discriminatórias, e isso o xHamster não tolera. A julgar pelo que vocês, da Carolina do Norte vêem, achamos que este é um castigo severo. Nós não colaboraremos nem tiraremos proveito de um sistema que promove este tipo d elixo. Respeitamos todas as sexualidades", declarou Mike Kulich, porta-voz do xHamster.com.

O governador do Estado da Carolina do Norte, Pat McCrory, aprovou a legislação que impede os transsexuais de frequentarem as casas de banho públicas do género com que se identificam.

A lei retira direitos civis da comunidade LGBT. Grandes empresas, como estúdios de Hollywood, ameaçaram nas últimas semanas realizar boicotes ao Estado.

O site xHamster vem juntar-se a uma lista de empresas e de figuras públiccas que recusam qualquer tipo de ligação àquele Estado.

No domingo, Bruce Springsteen cancelou um concerto, em protesto contra a lei. O mesmo fez Bryan Adams.

A semana passada, o serviço de pagamento online PayPal anunciou que não irá abrir um escritório em Charlotte, maior cidade da Carolina do Norte, que previa 400 postos de trabalho, também devido à legislação.

  • "Para ele, um 'não' não foi suficiente"
    3:39
  • Um negócio familiar destruído pelas chamas
    8:36