sicnot

Perfil

Mundo

Televisão russa acusa crítico do Kremlin de ser espião, com provas "falsificadas"

A televisão estatal russa acusa um dos líderes mais destacados da oposição russa de ser espião ao serviço dos serviços secretos britânicos e norte-americanos. Mas as acusações baseiam-se em documentos, em inglês, com vários erros gramaticais, pelo que estão a ser classificados como falsificações.

Reuters

O canal de televisão russo Rossiya 1 emitiu no domingo passado uma reportagem segundo a qual o ativista anti-corrupção Alexei Navalny estaria a trabalhar há vários anos como agente do MI6. A televisão sustentou que Navalny terá sido recrutado entre 2006 e 2008, e pago de forma milionária pelos seus serviços através de uma organização de direitos humanos.

Navalny declina as acusações, chamando-as de "fantasias" e garante que vai processar a estação de televisão.

Os documentos que sustentam as acusações estão a gerar polémica. Supostamente, tratar-se-ão de documentos internos do MI6 e da CIA, mas contêm erros gramaticais de inglês tipicamente cometidos por pessoas de nacionalidade russa - razão pela qual são considerados falsificações.

Navalny é um ativista anticorrupção que emergiu como líder da oposição nos maiores protestos contra Putin desde que o presidente assumiu o poder em 2000. Foi condenado por duas vezes pela participação reiterada em manifestações não autorizadas.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.