sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte tem mísseis de médio alcance prontos para serem lançados

A Coreia do Norte tem um dois mísseis de médio alcance preparados para serem lançados, o que poderá fazer na sexta-feira, dia do aniversário do nascimento do fundador do país, disse hoje fonte do governo sul-coreano.

© KCNA KCNA / Reuters

O míssil ou mísseis 'Musudan' estarão colocados numa plataforma de lançamento móvel há 20 dias, na localidade de Wonsan, no sudeste da Coreia do Norte, segundo a agência Yonhap, que cita fonte oficial.

O Ministério da Defesa de Seul não confirmou oficialmente a informação, mas assegura que as Forças Armadas "estão preparadas para o lançamento de um míssil balístico da Coreia do Norte", indicou um porta-voz à agência Efe.

Os mísseis 'Musudan' têm um alcance estimado entre 2.500 e 4.000 quilómetros, uma distância suficiente para atingir a Coreia do Sul e o Japão e, eventualmente, as bases norte-americanas situadas na ilha de Guam, no Pacífico.

A concretizar-se, seria a primeira vez que a Coreia do Norte dispara um míssil balístico de médio alcance a partir de uma plataforma móvel, que tornam mais difícil detetar os lançamentos.

No caso de Pyongyang decidir lançar o míssil nos próximos dias é possível que avise a Organização Marítima Internacional, a qual não recebeu, até ao momento, qualquer notificação.

A Coreia do Norte celebra na sexta-feira o 104.º aniversário de Kim Il-sung, fundador do país, primeiro líder da 'dinastia' Kim e avô do atual dirigente.

Lusa

  • Coreia do Norte lança quatro mísseis de curto alcance

    Mundo

    A Coreia do Norte voltou a desafiar a comunidade internacional, ao disparar pelo menos quatro misseis de curto alcance. A ação desta madrugada foi confirmada pelas autoridades da Coreia do Sul, que dizem que os projécteis caíram no mar, ao largo da costa leste da península.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagas as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Presidente da Câmara de Nova Iorque confirma "atentado terrorista falhado"
    0:29
  • Israel volta a bombardear posições do Hamas em Gaza

    Mundo

    O exército israelita voltou a bombardear esta segunda-feira posições do movimento Hamas na Faixa de Gaza em resposta ao lançamento de projéteis em direção a Israel pelas milícias palestinianas, informou um comunicado militar.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.