sicnot

Perfil

Mundo

Primeira condenação a prisão pelos acontecimentos da noite de fim de ano em Colónia

Um tribunal alemão impôs hoje a primeira pena de prisão a um dos envolvidos nos acontecimentos da noite de fim de ano em Colónia, oeste da Alemanha, na sequência de centenas de denúncias, em particular por assédio sexual.

O tribunal de primeira instância de Colónia condenou a um ano de detenção um argelino de 21 anos que considerou culpado do delito de roubo, informou um porta-voz judicial.

A instância considerou provado que o jovem retirou a carteira a um homem na praça da estação central de comboios de Colónia, onde se regista uma grande concentração de pessoas para as celebrações da passagem de ano.

O queixoso, segundo o tribunal, detetou o roubo e conseguiu intercetar o ladrão com a colaboração de alguns dos presentes.

O primeiro processo por assédio sexual durante a passagem de ano em Colónia ocorreu em fevereiro, mas diversas contradições no decurso do julgamento implicaram uma condenação de liberdade vigiada.

Na sequência dos acontecimentos registados na noite de passagem de ano 2015-2016 foram apresentadas mais de 700 denúncias, cerca de metade por assédio sexual e três por violação.

Os incidentes, que originaram uma importante controvérsia na Alemanha, foram provocados na sua maioria por pessoas "do mundo árabe ou do norte de África", segundo indicou a polícia de Colónia.

Lusa

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.