sicnot

Perfil

Mundo

Ministra dos Transportes belga demite-se após polémica sobre segurança nos aeroportos

A ministra dos Transportes da Bélgica, Jacqueline Galant, demitiu-se devido à polémica sobre a segurança nos aeroportos, segundo a televisão pública belga.

O aeroporto de Zaventem foi um dos alvos dos atentados de 22 de março

O aeroporto de Zaventem foi um dos alvos dos atentados de 22 de março

© Francois Lenoir / Reuters

A oposição acusa a ministra de ter negligenciado os relatórios que apontavam para "falhas graves" em matéria de segurança nos aeroportos belgas.

A demissão de Jacqueline Galant foi aceite pelo rei Philippe, indicou o primeiro-ministro Charles Michel, segundo a agência de notícias Belga.

Três semanas após os atentados em Bruxelas, a posição da ministra ficou fragilizada ao negar ter recebido um relatório da Comissão Europeia que indicava que, desde abril de 2015, os serviços do Ministério não dispunham de meios financeiros suficientes para efetuar as inspeções necessárias aos aeroportos.

  • Mohamed Abrini disse em tribunal que não faria mal a uma mosca
    1:03

    Atentados em Bruxelas

    Presente ao juiz, Mohamed Abrini garantiu que nunca faria mal a uma mosca e que se juntou aos dois bombistas suícidas do aeroporto de Bruxelas para escapar da polícia, que o perseguia desde os atentados de Paris. Mohamed Abrini, identificado como o terceiro suspeito do atentado no aeroporto de Bruxelas, disse ao juiz que os irmãos El Bakraoui, que se fizerem explodir, pretendiam atingir as zonas de partidas para os Estados Unidos, Rússia e Israel. Abrini, Osama Krayem e mais 5 suspeitos foram presentes a tribunal esta quinta-feira.

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.