sicnot

Perfil

Mundo

Ministra dos Transportes belga demite-se após polémica sobre segurança nos aeroportos

A ministra dos Transportes da Bélgica, Jacqueline Galant, demitiu-se devido à polémica sobre a segurança nos aeroportos, segundo a televisão pública belga.

O aeroporto de Zaventem foi um dos alvos dos atentados de 22 de março

O aeroporto de Zaventem foi um dos alvos dos atentados de 22 de março

© Francois Lenoir / Reuters

A oposição acusa a ministra de ter negligenciado os relatórios que apontavam para "falhas graves" em matéria de segurança nos aeroportos belgas.

A demissão de Jacqueline Galant foi aceite pelo rei Philippe, indicou o primeiro-ministro Charles Michel, segundo a agência de notícias Belga.

Três semanas após os atentados em Bruxelas, a posição da ministra ficou fragilizada ao negar ter recebido um relatório da Comissão Europeia que indicava que, desde abril de 2015, os serviços do Ministério não dispunham de meios financeiros suficientes para efetuar as inspeções necessárias aos aeroportos.

  • Mohamed Abrini disse em tribunal que não faria mal a uma mosca
    1:03

    Atentados em Bruxelas

    Presente ao juiz, Mohamed Abrini garantiu que nunca faria mal a uma mosca e que se juntou aos dois bombistas suícidas do aeroporto de Bruxelas para escapar da polícia, que o perseguia desde os atentados de Paris. Mohamed Abrini, identificado como o terceiro suspeito do atentado no aeroporto de Bruxelas, disse ao juiz que os irmãos El Bakraoui, que se fizerem explodir, pretendiam atingir as zonas de partidas para os Estados Unidos, Rússia e Israel. Abrini, Osama Krayem e mais 5 suspeitos foram presentes a tribunal esta quinta-feira.

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.