sicnot

Perfil

Mundo

Trump recebido com protestos de imigrantes em Nova Iorque

O pré-candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, foi recebido na quinta-feira com protestos em Nova Iorque, onde prossegue com a sua campanha para as primárias da próxima terça-feira.

© Elizabeth Shafiroff / Reuters

Trump, que continua a liderar as intenções de voto republicanas, participou numa iniciativa de angariação de fundos para os candidatos do condado de Suffolk e numa gala do Partido Republicano em Manhattan, tendo sido recebido com protestos nos dois locais.

Na primeira iniciativa prometeu empregos para Suffolk e criticou os políticos que, a seu ver, nada fizeram para evitar que empresas como a Ford mudassem a produção para o México. Referiu também os 1.400 trabalhadores da empresa de ar condicionado Carrier que vão ser despedidos nos próximos três anos, a partir de 2017, que, como enalteceu o magnata, "são boas pessoas".

Apesar dos protestos no exterior, Trump foi recebido na localidade de Patchoque, em Long Island, por uma audiência eufórica de mais de mil pessoas que pagaram entre 150 e mil dólares para marcar presença.

"Os políticos não estão a lutar pelo nosso país", afirmou o aspirante à Casa Branca, ao destacar que os Estados Unidos têm "as melhores pessoas do mundo para os negócios" mas não as usam, criticando o despedimento dos trabalhadores por causa da deslocalização das empresas.

Trump reiterou também o seu compromisso de construir um muro para travar a imigração a partir do México.

"Por que não o podemos construir?", questionou, ao mesmo tempo que nas proximidades um grupo, formado na sua maioria por imigrantes, se manifestava contra a sua visita a Patchogue.

Com cartazes com mensagens como "Trump promove o ódio" ou "Vergonha de Trump", os manifestantes consideram que o candidato dividiu os Estados Unidos da América com a sua retórica contra os imigrantes.

Mais tarde, Trump foi recebido com outro protesto em Manhattan, onde decorre uma gala do Partido Republicano.

Numa página do Facebook, mais de 1.500 pessoas confirmaram a sua presença no protesto, onde estiveram também sindicatos e imigrantes.

A manifestação levou ao fecho ao trânsito das ruas próximas da estação central de Nova Iorque.

Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Hotel inovador na Madeira
    2:23

    Economia

    O grupo Pestana está a construir no Funchal, um novo e único hotel, através de uma técnica inovadora que quase não utiliza cimento. Este vai ser o primeiro hotel do mundo construído com um sistema modular desenvolvido em Portugal. O hotel vai ter 77 quartos e vai ficar construído em apenas seis meses. O maior grupo hoteleiro português admite recorrer a este novo sistema em futuros hotéis.

  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43

    Daesh

    Há suspeitas de que o Daesh tenha criado uma vala comum com cerca de seis mil corpos a sul de Mossul, no Iraque. A área em redor estará minada. A revelação é de uma equipa de reportagem da televisão britânica Sky News.

  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.