sicnot

Perfil

Mundo

Esperadas cerca de 15 mil pessoas em marcha contra o terror em Bruxelas

Cerca de 15 mil pessoas são esperadas hoje na marcha contra o terror e o ódio em Bruxelas, a cinco dias de se completar um mês sobre os atentados no aeroporto e no metro da capital belga, indicou a organização da marcha.

A histórica Praça da Bolsa, em Bruxelas.

A histórica Praça da Bolsa, em Bruxelas.

CHRISTOPHE PETIT TESSON

Com início previsto para o início da tarde, na zona da Estação do Norte, e final na baixa da cidade, numa distância de cerca de dois quilómetros, o cortejo irá passar na praça da Bolsa, onde estão previstos momentos de recolhimento junto do memorial improvisado.

No final do percurso, na praça Fontainas, deverão discursar vários familiares das vítimas, socorristas e funcionários do aeroporto de Bruxelas.

A organização da marcha fez ainda saber que na cabeça do desfile estarão sobreviventes dos atentados, seguindo-se representantes de diferentes comunidades religiosas, tendo 160 associações confirmado a sua presença.

A polícia alertou que, por questões de segurança, estão proibidos sacos e sugeriu que os manifestantes tenham consigo os seus documentos pessoais e utilizem os transportes públicos.

A organização tinha cancelado uma iniciativa semelhante, por solicitação das autoridades, quatro dias depois dos atentados de 22 de março, que mataram 32 pessoas e causaram centenas de feridos.

Porém, nesse dia, surgiram dezenas de autoproclamados 'hooligans', na Praça da Bolsa, que depois de adotarem atitudes provocatórias foram dispersos, nomeadamente com canhões de água utilizados pela polícia.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.