sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Coreia do Sul confirma indícios de que o Norte prepara teste nuclear

A Presidente sul-coreana, Park Geun-Hye, confirmou hoje que diversos relatórios dos serviços de informação sugerem que a Coreia do Norte está pronta para conduzir um quinto teste nuclear, desafiando as sanções da ONU.

Presidente sul-coreana, Park Geun-Hye

Presidente sul-coreana, Park Geun-Hye

© Edgard Garrido / Reuters

"Indícios de que estão a preparar um quinto teste nuclear foram recentemente detetados", disse Park, numa reunião com a sua equipa.

Estas declarações surgem após notícias de meios de comunicação social sul-coreanos em que fontes governamentais e dos serviços de inteligência, não identificadas, denunciam um aumento da atividade em Punggye-ri, o local de testes nucleares da Coreia do Norte.

Um novo teste representaria um desafio de Pyongyang às sanções adotadas pelo Conselho de Segurança da ONU após o ensaio nuclear de janeiro.

Pyongyang prepara-se para um congresso do partido no início do próximo mês, onde se espera que o líder Kim Jong-un anuncie a intenção de elevar o programa de armas nucleares do país a um novo nível.

Vários analistas sugeriram que o regime levará a cabo um quinto teste nuclear como manifestação de força antes do início do congresso.

"Não sabemos que tipo de provocações inesperadas podem ocorrer", disse Park.

O Ministério da Defesa sul-coreano está em alerta perante a possibilidade de um novo teste.

"Tendo em conta as atuais atividades, acreditamos que há a possibilidade de o Norte realizar um teste nuclear subterrâneo, e estamos a monitorizar a situação", afirmou o porta-voz do ministério, Moon Sang-Gyun.

O clima de tensão tem-se agravado na península coreana desde que o Norte realizou o quarto teste nuclear, em janeiro, e lançou um 'rocket' no mês passado, encarado pela comunidade internacional como um teste de míssil balístico encoberto.

O Conselho de Segurança da ONU respondeu impondo as mais severas sanções até à data.

Por seu lado, Pyongyang adotou uma postura desafiadora e reagiu fazendo uma série de lançamentos de mísseis de curto e médio alcance. Anunciou ainda vários desenvolvimentos na sua capacidade técnica nuclear.

  • Governo enfrenta vaga de contestação
    2:35

    Economia

    O Governo enfrenta uma onda de contestação. Guardas prisionais, procuradores, professores, médicos e enfermeiros descontentes ameaçam com greves nos diferentes setores, já nos meses de março e abril.

  • Bastonário dos médicos diz que a classe deixou de acreditar no ministro da Saúde
    2:24

    País

    Desde Março do ano passado que perto de mil médicos especialistas aguardam colocação nos hospitais. O concurso, prometido várias vezes pelo ministro da Saúde, não abriu ainda por falta de autorização do Ministério das Finanças. Amanhã, quinta-feira, um grupo destes médicos vai à Assembleia da República entregar uma carta que entretanto já seguiu para os ministros da Saúde e Finanças.

  • Proposta criação de 77 mil empregos através de uma descida da TSU
    1:23
  • 296 mortos em 2 dias de bombardeamentos em Ghouta Oriental
    2:16
  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25