sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Coreia do Sul confirma indícios de que o Norte prepara teste nuclear

A Presidente sul-coreana, Park Geun-Hye, confirmou hoje que diversos relatórios dos serviços de informação sugerem que a Coreia do Norte está pronta para conduzir um quinto teste nuclear, desafiando as sanções da ONU.

Presidente sul-coreana, Park Geun-Hye

Presidente sul-coreana, Park Geun-Hye

© Edgard Garrido / Reuters

"Indícios de que estão a preparar um quinto teste nuclear foram recentemente detetados", disse Park, numa reunião com a sua equipa.

Estas declarações surgem após notícias de meios de comunicação social sul-coreanos em que fontes governamentais e dos serviços de inteligência, não identificadas, denunciam um aumento da atividade em Punggye-ri, o local de testes nucleares da Coreia do Norte.

Um novo teste representaria um desafio de Pyongyang às sanções adotadas pelo Conselho de Segurança da ONU após o ensaio nuclear de janeiro.

Pyongyang prepara-se para um congresso do partido no início do próximo mês, onde se espera que o líder Kim Jong-un anuncie a intenção de elevar o programa de armas nucleares do país a um novo nível.

Vários analistas sugeriram que o regime levará a cabo um quinto teste nuclear como manifestação de força antes do início do congresso.

"Não sabemos que tipo de provocações inesperadas podem ocorrer", disse Park.

O Ministério da Defesa sul-coreano está em alerta perante a possibilidade de um novo teste.

"Tendo em conta as atuais atividades, acreditamos que há a possibilidade de o Norte realizar um teste nuclear subterrâneo, e estamos a monitorizar a situação", afirmou o porta-voz do ministério, Moon Sang-Gyun.

O clima de tensão tem-se agravado na península coreana desde que o Norte realizou o quarto teste nuclear, em janeiro, e lançou um 'rocket' no mês passado, encarado pela comunidade internacional como um teste de míssil balístico encoberto.

O Conselho de Segurança da ONU respondeu impondo as mais severas sanções até à data.

Por seu lado, Pyongyang adotou uma postura desafiadora e reagiu fazendo uma série de lançamentos de mísseis de curto e médio alcance. Anunciou ainda vários desenvolvimentos na sua capacidade técnica nuclear.

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.