sicnot

Perfil

Mundo

Putin e Poroshenko discutem destino de piloto ucraniana e dois cidadãos russos

O Presidente russo, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Petro Poroshenko, discutiram hoje ao telefone o destino da piloto ucraniana detida na Rússia e em greve de fome e de dois russos capturas e julgados na Ucrânia.

© Grigory Dukor / Reuters

"A questão da Nadezhda Savchenko, bem como o destino dos dois cidadãos russos Aleksander Aleksandrov e Yevgeny Yerofeyev foi abordada", referiu o Kremlin, após o telefonema, referindo-se à piloto ucraniana na versão russa do seu primeiro nome.

Poroshenko já tinha proposta a troca de Savchenko pelos dois russos, que foram condenados hoje a 14 anos de prisão.

O Kremlin informou também que os dois líderes concordaram que Moscovo autorize "em breve" o cônsul-geral da Ucrânia a visitar a piloto na prisão.

Numa declaração em Kiev, Poroshenko disse que pediu a "libertação imediata" da piloto, que foi condenada a 22 anos de prisão por um tribunal russo, que a acusou de ter matado dois jornalistas russos.

Lusa

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.