sicnot

Perfil

Mundo

Sete pessoas morreram e 3 600 estão desalojadas devido a tempestades no Uruguai

Tempestades e cheias no Uruguai já causaram a morte de sete pessoas e obrigaram 3 600 a deixar as suas casas nos últimos dias, informaram as autoridades no domingo.

A localidade mais duramente atingida foi Rosario, a 130 quilómetros da capital, Montevideu.

A localidade mais duramente atingida foi Rosario, a 130 quilómetros da capital, Montevideu.

© Andres Stapff / Reuters

Quatro pessoas morreram quando um tornado atingiu a cidade de Dolores, na sexta-feira, e outras três perderam a vida ao tentarem atravessar rios inundados na região, de acordo com dados oficiais.

O Presidente Tabare Vazquez declarou dia de luto nacional no domingo.

"Vamos reconstruir Dolores", prometeu, em declarações transmitidas pela rádio.

Diversos edifícios ficaram destruídos na cidade, de acordo com a agência AFP.

O Sistema Nacional de Emergência elevou no domingo o número de pessoas forçadas a deixar as suas casas após os rios transbordarem.

O número de deslocados foi, assim, elevado dos 2 mil indicados no início do dia para 3 600.

A localidade mais duramente atingida foi Rosario, a 130 quilómetros da capital, Montevideu.

O rio Rosario transbordou, cortando a estrada nacional que liga Montevideu à cidade turística de Sacramento de Colonia e à capital argentina, Buenos Aires.

Lusa

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.