sicnot

Perfil

Mundo

Dinossauros já estavam condenados antes do impacto de asteroide

Os dinossauros já estavam em declínio 50 milhões de anos antes de impacto dos asteroides que acabou por extingui-los, revela um novo estudo.

© Charles Platiau / Reuters

Pela análise de fósseis, paleontólogos britânicos determinaram que os dinossauros já estavam em declínio por não se adaptarem às alterações climáticas. A espécie começou por evoluir muito depressa há 231 milhões de anos mas, há 160 milhões de anos, as condições começaram a mudar e, há 120 milhões de anos, o número de dinossauros começou a diminuir.

"Apesar de ter sido extintos pelo impacto do asteroides, eles já estavam a desaparecer cerca de 50 milhões de anos antes", afirmou à BBC Manabu Sakamoto, paleontólogo da Universidade de Reading, no Reino Unido, um dos autores do estudo publicado em Proceedings of the National Academy of Sciences.

O declínio começou por ser mais evidente nos gigantes saurópodes, enquanto os terópodes - o grupo de dinossauros que inclui o icónico Tyrannosaurus rex - diminuíram mais lentamente.

"A teoria em vigor é a de que os dinossauros habitavam a Terra até ao exacto momento do impacto [do asteroide] e que foi esse impacto que levou à sua extinção", disse à BBC o co-autor do estudo Chris Venditt. "Até certo ponto é correcto, mas descobrimos que o declínio começou muito antes".

Este biólogo da evolução acredita que os dinossauros estavam assim mais susceptíveis às alterações provocadas pelo impacto do asteroide. "Se eles ainda estivessem no seu auge, talvez conseguissem sobreviver", refere o cientista.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.