sicnot

Perfil

Mundo

Fidel no Congresso do Partido Comunista Cubano para reeleger Raúl Castro primeiro secretário

O terceiro e último dia de trabalhos do congresso do Partido Comunista de Cuba (PCC) ficou marcado pela presençla de Fidel Castro, na sessão de encerramento, duas semanas depois de ter efetuado a sua primeira aparição pública dos últimos nove meses. Raúl Castro foi reeleito esta terça-feira primeiro secretário da organização, um cargo que ocupa desde 2011 quando substituiu o irmão Fidel.

© Handout . / Reuters

© Handout . / Reuters

O recém-eleito Comité central do PCC, o partido único no país, também confirmou José Ramón Machado Ventura como segundo secretário, cargo que também desempenha desde o anterior Congresso celebrado há cinco anos.

Após três dias de reuniões, o VII Congresso do partido encerra hoje, no dia em que foi revelada a nova composição dos órgãos diretivos do partido, onde se incluem o Comité central, "bureau" político e secretariado.

No "bureau" político, composto por 17 dirigentes, entraram cinco novos membros, como o secretário-geral do sindicato oficial Central de Trabalhadores de Cuba (CTC), Ulisses Guilarte, o ministro da Saúde, Roberto Morales, e a secretária-geral da Federação das Mulheres Cubanas (FMC), Teresa Amarelle.

O novo Comité central, órgão máximo do partido entre congressos, passa a incluir 142 membros, como uma média de idades de 54 anos, abaixo da média do anterior organismo eleito em 2011 e que incluía 116 militantes.

Com Lusa

  • Alianças do PS marcam discursos no Congresso do PS
    2:51
  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.