sicnot

Perfil

Mundo

Fidel no Congresso do Partido Comunista Cubano para reeleger Raúl Castro primeiro secretário

O terceiro e último dia de trabalhos do congresso do Partido Comunista de Cuba (PCC) ficou marcado pela presençla de Fidel Castro, na sessão de encerramento, duas semanas depois de ter efetuado a sua primeira aparição pública dos últimos nove meses. Raúl Castro foi reeleito esta terça-feira primeiro secretário da organização, um cargo que ocupa desde 2011 quando substituiu o irmão Fidel.

© Handout . / Reuters

© Handout . / Reuters

O recém-eleito Comité central do PCC, o partido único no país, também confirmou José Ramón Machado Ventura como segundo secretário, cargo que também desempenha desde o anterior Congresso celebrado há cinco anos.

Após três dias de reuniões, o VII Congresso do partido encerra hoje, no dia em que foi revelada a nova composição dos órgãos diretivos do partido, onde se incluem o Comité central, "bureau" político e secretariado.

No "bureau" político, composto por 17 dirigentes, entraram cinco novos membros, como o secretário-geral do sindicato oficial Central de Trabalhadores de Cuba (CTC), Ulisses Guilarte, o ministro da Saúde, Roberto Morales, e a secretária-geral da Federação das Mulheres Cubanas (FMC), Teresa Amarelle.

O novo Comité central, órgão máximo do partido entre congressos, passa a incluir 142 membros, como uma média de idades de 54 anos, abaixo da média do anterior organismo eleito em 2011 e que incluía 116 militantes.

Com Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.