sicnot

Perfil

Mundo

Ministro australiano troça de Johnny Depp e da mulher

Ministro australiano troça de Johnny Depp e da mulher

O ministro australiano que ameaçou matar os cães de Johnny Depp e Amber Heard fez troça do vídeo que o célebre casal fez a pedir desculpa por não ter declarado os animais quando entrou no país.

Amber Heard, 29 anos, escapou à condenação depois de se ter declarado culpada de falsificar documentos de imigração no caso que envolve os seus dois cães, que o casal levou para a Austrália num avião privado no ano passado.

O juiz deu-lhe uma pena suspensa de um mês por bom comportamento, sem registo de condenação.

Heard e o marido, o ator Johnny Depp, apresentaram entretanto em tribunal um vídeo em que expressavam o seu "remorso" em relação ao caso.

Ao ver o vídeo, o ministro da Agricultura, Barnaby Joyce, afirmou que Depp parecia estar "numa audição para o filme O Padrinho".

"Não me parece que vá ganhar nenhum Óscar pela sua atuação", declarou o ministro.

O caso ganhou dimensão mediática depois deBarnaby Joyce, ameaçar abater os cães, Pistol e Boo, se não regressassem aos Estados Unidos.

A Austrália tem severas leis de biossegurança, com o objetivo de evitar a transmissão de doenças, que obrigam os cães vindos dos Estados Unidos a passarem dez dias de quarentena.

"Trata-se de garantir que mantemos esta nação, que protegemos a nossa flora, a nossa fauna e as nossas leis de biosegurança", declarou o ministro.

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33

    Ataque em Barcelona

    O jornal espanhol El Pais divulgou hoje  as primeiras imagens da carrinha que matou 13 pessoas e feriu mais de 100 em Barcelona. O vídeo foi registado por  uma câmara de videovigilância de um museu nas Ramblas. Mostra pessoas a desviarem antes da passagem rápida da carrinha branca. Esta terá sido a parte final do percurso feito pelo veículo.

  • Castelo Branco aposta na cultura para preservar raízes e fomentar turismo
    5:26

    SIC 25 Anos

    Com perto de 200 mil habitantes, o distrito de Castelo Branco luta para criar projetos diferenciadores para atrair e ancorar a população. O desemprego tem vindo a baixar, numa região fortemente envelhecida. A capital do distrito aposta na cultura para preservar as raízes e fomentar o turismo, e a Universidade da Beira Interior tem cada vez mais alunos estrangeiros.