sicnot

Perfil

Mundo

Pato volta a andar graças a patas 3D

Pato volta a andar graças a patas 3D

Philip, o pato, perdeu as duas patas devido a queimaduras provocadas pelo gelo. Foi resgatado e graças a um grupo de alunos de uma escola secundária, no Wisconsin, Estados Unidos, ganhou nova vida e duas próteses feitas numa impressora 3D.

Philip perdeu as duas patas devido a queimaduras provocadas pelo gelo. Foi resgatado do lago, onde vivia, por Vicki Rabe-Harrison, uma norte-americana do Wisconsin.

Inconformada com o facto de o Philip não conseguir andar, decide contactar a Escola Secundária de South Park, depois de ter visto vários vídeos sobre impressoras 3D.

Professor e alunos aceitaram o desafio e seis semanas depois estavam feitas as próteses.

No início não foi fácil, mas Philip já se adaptou.

Já está a caminho de santuário de animais no norte de Milwaukee, o Autumn Farm Sanctuary.

  • Resgate de mais de 300 migrantes no Mediterrâneo
    2:08
  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01