sicnot

Perfil

Mundo

Breivik vence ação contra Noruega por "tratamento desumano" na prisão

Anders Breivik, o homem que em 2011 matou 77 pessoas, ganhou hoje uma ação contra o Estado norueguês.

© Norsk Telegrambyra AS / Reute

Anders Breivik queixou-se de estar detido em condições desumanas e de estar isolado e o tribunal deu-lhe razão.

Na leitura da senteça, a juíza afirmou que "a proibição do tratamento desumano ou degradante representa um valor fundamental numa sociedade democrática e aplica-se a todos, o que inclui também terrorista e assassinos".

Ao contrário, a juíza Helen Andenaes Sekulic não deu razão a Breivik no segundo ponto da queixa, sobre as suas comunicações com o exterior, questão contemplada no artigo 8.º da mesma convenção.

O extremista de 37 anos, que se identifica agora abertamente como neonazi, pedia o levantamento das restrições à sua correspondência e visitas para poder contactar com simpatizantes, o que as autoridades contestam por razões de segurança.

Em agosto de 2012 Breivik foi condenado a 21 anos de prisão por ter matado oito pessoas na explosão de uma bomba perto da sede do governo em Oslo e, depois, 69 outras a tiro, na maioria adolescentes que participavam num acampamento da juventude trabalhista.

A sua pena pode ser prolongada enquanto for considerado perigoso.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.