sicnot

Perfil

Mundo

ONU começa a retirar feridos e doentes de quatro cidades sitiadas na Síria

A ONU começou hoje a aplicar um plano de retirada de 500 pessoas, principalmente feridos ou doentes, de quatro cidades sitiadas pelas forças do regime ou pelos rebeldes, segundo a agência France Presse.

© Bassam Khabieh / Reuters

O primeiro autocarro, com 15 jovens e 10 idosos, deixou ao final da tarde a localidade rebelde de Zabadani, a oeste de Damasco, segundo a mesma fonte.

Uma fonte militar indicou que 225 outras pessoas serão retiradas da localidade rebelde vizinha de Madaya.

As pessoas retiradas de Zabadani foram examinadas por uma equipa médica à saída da cidade e antes de entrarem no autocarro.

Ao mesmo tempo, segundo uma fonte da segurança no terreno, autocarros deixavam as localidades xiitas de Foua e Kafraya, cercadas pelos rebeldes na província de Idleb (noroeste da Síria), com feridos e as suas famílias. Deverão ser retiradas das duas cidades 250 pessoas.

A retirada dos civis sírios é realizada no quadro de um acordo mediado pelo Crescente Vermelho entre os rebeldes e o regime, informou o Observatório Sírios dos Direitos Humanos.

Lusa

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.