sicnot

Perfil

Mundo

UE propõe que ucranianos passem a viajar sem visto na Europa

A União Europeia propôs hoje que os cidadãos ucranianos passem a viajar sem visto na Europa, cumprindo uma promessa feita ao Governo pró-ocidental de Kiev.

© Valentyn Ogirenko / Reuters

"Hoje, cumprimos o nosso compromisso de propor viagens de curta duração para a União Europeia sem visto para cidadãos ucranianos com passaportes biométricos", disse o comissário europeu para a Migração, Dimitris Avramopoulos, em conferência de imprensa em Bruxelas.

"Este é o resultado do êxito do Governo ucraniano na concretização de reformas profundas e difíceis nas áreas da Justiça e dos Assuntos Internos e noutras", acrescentou.

Avramopoulos indicou que a Comissão Europeia, o braço executivo da UE, vai apresentar formalmente a proposta aos Estados membros, que depois a votarão.

A isenção de visto para viajar é um marco na chamada Parceria de Leste, concebida para atrair países do leste europeu para a esfera de influência da UE.

O parlamento da Ucrânia aprovou no mês passado uma importante lei anticorrupção que levou à decisão de Bruxelas sobre a isenção de visto.

O Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, disse hoje que foi "um longo e árduo caminho" para chegar a este ponto e que esperava obter um acordo sobre viagens sem visto "dentro de alguns meses".

Um tal acordo pode revelar-se particularmente irritante para Moscovo, cujos esforços para garantir a entrada e a circulação na UE sem visto, mesmo que apenas para empresários, se arrastaram durante anos, antes de caírem vítimas da crise ucraniana.

A União Europeia suspendeu as negociações de liberalização de vistos com a Rússia no início do ano passado, quando adotou medidas punitivas, que mais tarde incluiriam fortes sanções económicas, devido ao papel de Moscovo na agudização da crise da Ucrânia.

Lusa

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.