sicnot

Perfil

Mundo

China desenvolve braços robotizados para futura estação espacial

A China está a desenvolver braços robotizados para utilizar em estações espaciais, o primeiro dos quais poderá ser empregado na instalação que planeia colocar em órbita nos próximos anos, anunciaram hoje fontes oficiais.

© Petar Kujundzic / Reuters

Técnicos e cientistas chineses construíram o primeiro protótipo, com dez metros de alcance e cujo extremo final não estará fixado à estação, segundo descreveu a agência oficial Xinhua, citando fontes da Corporação de Tecnologia e Ciência Aeroespacial da China (CASC).

Ao estar desprendido, graças a sete articulações motorizadas, o braço poderá ser manobrado como uma serpente na superfície da estação e alcançar qualquer ponto.

Outras fontes indicaram que a entidade está a desenvolver dois tipos distintos de braços robotizados, um que operaria a partir do módulo central e outro a partir do módulo experimental da estação.

A agência espacial chinesa tem previsto lançar uma missão tripulada na segunda metade deste ano, que supõe o regresso dos astronautas chineses à órbita terrestre após outras cinco missões deste tipo, realizadas entre 2003 e 2013.

A China prevê lançar em 2018 o módulo central da sua futura estação espacial, uma instalação que deve estar operacional em 2022, segundo as previsões oficiais.

Lusa

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.