sicnot

Perfil

Mundo

Criança de 2 anos morre nos EUA depois de disparar contra si mesma

Um menino de dois anos morreu na quarta-feira em Indianápolis (Indiana, EUA) ao disparar contra si mesmo com uma arma de fogo, informou a polícia.

Arquivo

Arquivo

© Reuters Photographer / Reuter

O acidente aconteceu numa casa a onde os agentes se deslocaram após receberem uma chamada de emergência.

Os bombeiros também acorreram ao local, onde tentaram reanimar sem sucesso a criança, que ainda se encontrava viva quando chegaram.

O menino foi transportado em estado crítico ao hospital infantil de Riley da Universidade de Indiana, onde morreu.

A polícia informou que a criança disparou contra si própria com uma arma, mas desconhece-se ainda de que tipo de arma de tratava e as circunstâncias do acidente, se estava sozinha ou acompanhada e a quem pertencia a arma.

Lusa

  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38