sicnot

Perfil

Mundo

Maior ajuda humanitária foi entregue na Síria desde o início da guerra

O maior comboio de ajuda humanitária enviado para a Síria desde o início da guerra, em 2011, chegou hoje a Rastane, uma cidade rebelde cercada pelas forças governamentais, divulgou o Comité Internacional da Cruz Vermelha.

© Bassam Khabieh / Reuters

Organizado pela Cruz Vermelha Internacional e pelo Crescente Vermelho, o comboio, composto por 65 camiões, levou kits de alimentos, medicamentos e equipamentos médicos.

Rastane, onde estão cerca de 120.000 pessoas, está situada no centro da Síria e sitiada pelas forças governamentais desde 2012.

A última vez que aquela cidade recebeu ajuda humanitária foi em 2012.

"Este foi o maior comboio humanitário que organizamos até agora para a Síria", disse, em Damasco, Pawel Krysiek, porta-voz da Cruz Vermelha Internacional.

O mediador da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, disse hoje que houve um progresso "modesto, mas real" na entrega de ajuda humanitária.

Segundo Staffan de Mistura, mais de 560 mil pessoas presas em áreas sitiadas ou remotas receberam ajuda desde o início do ano, incluindo mais de 100.000 nas últimas duas semanas.

"Há progressos modestos, mas reais no que concerne à ajuda humanitária", disse, mas, sublinhou, que ainda não é suficiente.

Lusa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite