sicnot

Perfil

Mundo

Número de mortos em explosão no México subiu para treze

A explosão que ocorreu num complexo petroquímico da empresa estatal 'Petróleos Mexicanos' (Pemex) no porto de Coatzacoalcos, Estado de Veracruz, provocou a morte de pelo menos 13 pessoas e feriu 136, anunciaram as autoridades.

ANGEL HERNANDEZ

"Lamentavelmente confirma-se a morte de 13 trabalhadores na explosão da planta Clorados 3 da empresa PMV Mexichem-Pemex", escreveu na sua conta da rede social Twitter a petrolífera, atualizando

O coordenador nacional da Proteção Civil, Luis Felipe Puente, revelou à 'Imagem Radio' que entre os 136 feridos, 48 já receberam alta.

Um grupo de 88 pessoas continua hospitalizado, entre as quais 13 em estado grave.

Puente disse igualmente que há "pessoas desaparecidas" pelo que se pode vir a fazer um novo balanço. "O número [de vítimas] pode aumentar," sublinhou, mas até agora não foi possível entrar na parte interior da instalação por risco de derrame da infraestrutura.

A explosão aconteceu às 15:15 locais (20:15 de lisboa) de quarta-feira, na fábrica Clorados 3 do complexo conhecido como Parajitos e sentiu-se com mais intensidade perto do porto.

As autoridades avisaram a população local, e sobretudo a de Coatzacoalcas, para ficar em casa devido à presença no ar de compostos químicos que poderiam causar queimaduras na pele.

Esta é uma das mais graves explosões a acontecer no México nos últimos dez anos.

Na plataforma Abkatún A, na Sonda de Campeche no golfo do México já houve, pelo menos, três acidentes desde 2015.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.