sicnot

Perfil

Mundo

Parlamento timorense apoia candidatura de António Guterres à ONU

O Parlamento Nacional timorense aprovou esta semana por unanimidade uma resolução de apoio à candidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

© Denis Balibouse / Reuters

"António Guterres é detentor de uma experiência incomparável no plano internacional, que, aliada ao seu carácter humanista, integridade e elevada capacidade diplomática, o tornam um candidato altamente qualificado para ocupar o cargo de secretário-geral das Nações Unidas", refere a resolução.

"Assim, o Parlamento Nacional expressa o seu apoio e apresenta os maiores votos de sucesso à candidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas", acrescenta o texto.

A resolução destaca a "longa carreira política dedicada ao serviço público" do ex-primeiro-ministro português e ex-alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados, marcada pela "acérrima defesa dos mais altos valores e princípios universais dos direitos humanos".

O parlamento timorense sublinha que António Guterres, nesses dois cargos, "defendeu e promoveu com determinação os princípios e valores essenciais da paz, da solidariedade e do desenvolvimento sustentável da Humanidade".

"Durante o seu mandato como primeiro-ministro de Portugal, os esforços diplomáticos de António Guterres foram determinantes para colocar a questão da autodeterminação de Timor-Leste em discussão no plano internacional", lê-se na resolução.

Algo que contribuiu "de forma decisiva para a realização do referendo em agosto de 1999 que conduziu à libertação do povo timorense e restauração da independência e, depois, para a intervenção das Nações Unidas no território nacional, de modo a pôr fim à onda de violência que se seguiu à realização do referendo e anúncio dos resultados", nota a resolução.

Lusa

  • António Guterres elogiado pelo discurso claro e seguro
    2:20

    Mundo

    António Guterres foi ouvido na sede da ONU para apresentar o programa com que se candidata a secretário-geral da organização e acabou por ser elogiado pelo discurso claro e seguro. Foi uma espécie de entrevista em que disse que a experiência como Alto Comissário para os Refugiados o preparou para assumir a responsabilidade máxima na ONU e também falou na capacidade de diálogo que teve enquanto chefiou o governo português.

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas. Num despacho enviado à companhia aérea que os transportou, tanto o jornalista como o repórter de imagem são considerados "inadmissíveis no território da Venezuela".

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25
  • Costa alerta para "condições particularmente adversas"
    1:47

    País

    O primeiro-ministro alertou para a possibilidade de novos incêndios de grandes dimensões, muito por causa da situação de seca que grande parte do território atravessa. António Costa pediu aos portugueses um "particular cuidado com todos os comportamentos de risco".

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.