sicnot

Perfil

Mundo

Voto passa a ser obrigatório na Bulgária

A Bulgária introduziu hoje o voto obrigatório, com o qual o Governo espera impulsionar a baixa taxa de participação eleitoral e combater a compra de votos num dos países mais corruptos da Europa.

© Stoyan Nenov / Reuters

Entre as medidas aprovadas pelo Parlamento, quem não votar será eliminado dos registos e terá de fazer um novo registo se quiser participar em eleições posteriores.

Na eleição geral de 2014, 48,4 por cento dos eleitores votaram, o número mais baixo de participação desde a queda do comunismo no país, em 1990.

Os especialistas afirmam que o principal fator para a baixa participação eleitoral prende-se com um desencantamento com uma elite política que é vista como corrupta, desligada da população e que foi incapaz de melhorar as condições de vida básicas.

O analista da Gallup Andrey Raychev disse ao canal televisivo público BNT que a falta de multas aplicadas a quem não votasse era um "compromisso estúpido".

São poucos os países com voto obrigatório, com a Austrália e Argentina como exemplos notáveis.

A obrigatoriedade de voto na Bulgária será aplicada nas eleições presidenciais de outubro.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.