sicnot

Perfil

Mundo

Voto passa a ser obrigatório na Bulgária

A Bulgária introduziu hoje o voto obrigatório, com o qual o Governo espera impulsionar a baixa taxa de participação eleitoral e combater a compra de votos num dos países mais corruptos da Europa.

© Stoyan Nenov / Reuters

Entre as medidas aprovadas pelo Parlamento, quem não votar será eliminado dos registos e terá de fazer um novo registo se quiser participar em eleições posteriores.

Na eleição geral de 2014, 48,4 por cento dos eleitores votaram, o número mais baixo de participação desde a queda do comunismo no país, em 1990.

Os especialistas afirmam que o principal fator para a baixa participação eleitoral prende-se com um desencantamento com uma elite política que é vista como corrupta, desligada da população e que foi incapaz de melhorar as condições de vida básicas.

O analista da Gallup Andrey Raychev disse ao canal televisivo público BNT que a falta de multas aplicadas a quem não votasse era um "compromisso estúpido".

São poucos os países com voto obrigatório, com a Austrália e Argentina como exemplos notáveis.

A obrigatoriedade de voto na Bulgária será aplicada nas eleições presidenciais de outubro.

Lusa

  • "Vejam a cor da seara: a parte mais amarela é provocada pelo stress"
    2:20
  • Rogério Alves "perplexo" com nomeação de Elina Fraga
    1:52

    País

    O antigo bastonário da Ordem dos Advogados, Rogério Alves, admite que ficou "perplexo" com a escolha de Elina Fraga para vice-presidente do PSD. Em entrevista ao DN e à TSF Rogério Alves acusa a também ex-bastonária de defender sempre o contrário do PSD e de se opor à modernização e simplificação da justiça.

  • "Matavam as crianças a tiro", os relatos de rohingyas que fugiram de Myanmar
    2:02
  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39