sicnot

Perfil

Mundo

Número de mortos em explosão no México sobe para 24

O número de mortos na sequência de uma forte explosão num complexo petroquímico no México subiu na quinta-feira para 24, depois de as autoridades conseguirem entrar nas instalações, informou a empresa estatal Pemex.

Felix Marquez

"Confirmámos 24 mortos", mais que os 13 anteriormente indicados, disse o CEO Jose Antonio Gonzalez Anaya, em conferência de imprensa, acrescentando que o número de desaparecidos desceu de 18 para oito.

A explosão aconteceu às 15:15 locais (20:15 de Lisboa) de quarta-feira, na fábrica Clorados 3 do complexo conhecido como Parajitos e sentiu-se com mais intensidade perto do porto.

As autoridades avisaram a população local, e sobretudo a de Coatzacoalcas, para ficar em casa devido à presença no ar de compostos químicos que poderiam causar queimaduras na pele.

Esta é uma das mais graves explosões a acontecer no México nos últimos dez anos.

Na plataforma Abkatún A, na Sonda de Campeche no golfo do México já houve, pelo menos, três acidentes desde 2015.

Lusa

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.

  • PSD e CDS têm caminhos diferentes
    1:22

    País

    Assunção Cristas já respondeu a Pedro Passos Coelho, depois de o líder do PSD ter recusado apoiar a candidatura da líder do CDS à Câmara de Lisboa. Cristas diz que os dois partidos têm caminhos diferentes. O PSD continua sem apresentar candidato. Contudo, Marques Mendes revelou que Passos Coelho convidou José Eduardo Moniz a candidatar-se à Câmara de Lisboa.