sicnot

Perfil

Mundo

Obama pede aos britânicos que não saiam da União Europeia

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu hoje aos britânicos que apoiem a permanência do seu país na União Europeia (UE) no referendo de 23 de junho próximo e destacou a influência do Reino Unido na Europa.

HANNAH MCKAY/EPA

Num artigo publicado hoje no diário britânico "The Daily Telegraph", Obama - que chegou na noite passada a Londres para uma vista oficial de três dias - sublinhou a sua convicção de que a participação do Reino Unido na UE aumenta o prestígio do país no mundo.

A opinião do presidente dos Estados Unidos sobre o debate europeu representa um apoio forte à campanha do primeiro-ministro britânico, David Cameron, a favor da manutenção do país na União Europeia, ao mesmo tempo que foi alvo de críticas dos partidários do "Brexit" (saída do Reino Unido da UE), encabeçados pelo mayor de Londres, Boris Johnson, que considera que Obama não deveria intervir num assunto interno do país.

O chefe de Estado norte-americano sublinha no seu artigo a especial relação entre os Estados Unidos e o Reino Unido, forjada no "campo de batalha", em referência à aliança na Segunda Guerra.

Dirigindo-se aos cidadãos britânicos, Obama sustenta que "deveriam estar orgulhosos pelo facto da UE ter ajudado a estender os valores e práticas britânicos -- a democracia, o império da lei, a abertura dos mercados -- a todo o continente e à sua periferia.

"A União Europeia não modera a influência britânica, magnifica-a. Uma Europa forte não é uma ameaça para a liderança global do Reino Unido, aumenta a liderança global do Reino Unido", reforça o presidente.

"Os Estados Unidos veem como a vossa voz poderosa na Europa garante que a Europa tenha uma postura forte no mundo", diz ainda Obama, acrescentando que os EUA e o mundo precisam da influência britânica.

Ainda que reconheça que o voto de dia 23 de junho diga apenas respeito aos britânicos, Obama deixa claro que o resultado da decisão "é um assunto de profundo interesse para os Estados Unidos".

"As dezenas de milhares de norte-americanos que descansam em cemitérios da Europa são um testamento silencioso de quanto entrelaçadas estão a nossa prosperidade e segurança", escreve o presidente.

A necessidade do mundo ocidental enfrentar os desafios globais é também um argumento utilizado por Obama para defender a permanência do Reino Unido na União Europeia.

O presidente recorda a ameaça do grupo terrorista Estado Islâmico e sublinha a importância de se resolverem os conflitos no Médio Oriente -- como os do Iémen, Síria e Líbia -- ao mesmo tempo que se mostra a favor da manutenção do investimento na Aliança Atlântica.

"Neste mundo complicado, conectado, os desafios que a UE enfrenta -- migração, desigualdade económica. Ameaças de terrorismo e alterações climáticas -- são os mesmos que encaram os Estados Unidos e outras nações", escreve.

"Juntos, Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia, transformámos séculos de guerra na Europa em décadas de paz, e trabalhámos como um para fazermos um mundo mais seguro, um lugar melhor. Este é um legado notável. E será também um legado notável o que iremos deixar quando, juntos, enfrentarmos os desafios deste novo século",

O presidente norte-americano reúne-se esta tarde com David Cameron, e em seguida dará uma conferência de imprensa em que se espera que reitere o seu apoio à manutenção britânica na União Europeia.

Antes do encontro com o primeiro-ministro britânico, Obama almoçará no castelo de Windsor, nos arredores de Londres, com a rainha Isabel II, a quem -- como escreve no seu artigo -- o presidente espera desejar "pessoalmente" um feliz aniversário.

Lusa

  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting de Braga afastado da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting de Braga derrotou esta quinta-feira o Marselha, em Braga, por 1-0, na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Um triunfo insuficiente para o apuramento, depois do desaire da equipa minhota em França (3-0).

    Em atualização

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.