sicnot

Perfil

Mundo

Prisão perpétua para dois londrinos por planearem ataques contra polícias e militares

Dois britânicos de 21 anos e 22 anos foram hoje condenados a prisão perpétua por terem preparado um atentado contra polícias e soldados na cidade de Londres em 2014.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Stephen Lam / Reuters

Tarik Hassane, um estudante de medicina no Sudão que se declarou culpado em fevereiro, e Suhaib Majdee, um estudante de física considerado o seu "braço direito", foram respetivamente condenados a uma pena mínima de 21 e 20 anos de prisão, informou o juiz londrino Alan Wilkie, que decretou as sentenças.

"É chocante, trágico e deplorável que vós, dois jovens britânicos, educados no sistema escolar do Reino Unido, seguido de cursos universitários, possam ter sido influenciados de tal forma pela versão sanguinária do Islão propagada pelos ISIS (referência ao Daesh), que tenham decidido pegar em armas contra os vossos cidadãos e aqueles cuja missão é protegê-los nas ruas da vossa própria cidade", disse o juiz.

No final do processo, Suhaib Majeeb foi reconhecido culpado de conspiração com o objetivo de provocar mortes e preparação de atos terroristas.

Os dois londrinos estavam acusados de planear um ataque contra uma esquadra de polícia e um quartel militar no oeste de Londres.

"A intenção era procurar uma mota que pretendiam utilizar para de seguida disparar sobre a polícia, soldados ou transeuntes", sublinhou no decurso do processo Dean Haydon, chefe da célula antiterrorista da Scotland Yard.

"Não tinham a intenção de morrer como mártires, o que significa que primeiro procuravam semear o pânico e matar", acrescentou.

Tarik Hassane, considerado o líder do grupo e designado "o cirurgião", aderiu ao EI em 2014 antes de projetar os ataques. Estaria em contacto "com pessoas na Síria", indicou a polícia, que não exclui a passagem prévia por este país do Médio Oriente em guerra desde 2011.

Suhaib Majeeb, que conheceu na escola e o seu principal cúmplice, foi responsável por conduzir operações de reconhecimento no oeste de Londres e de posse de arma e de munições.

Lusa

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.