sicnot

Perfil

Mundo

Líder da oposição sul-africana admite recurso à violência para derrubar Governo

O chefe do partido da oposição sul-africana Combatentes pela Liberdade Económica afirmou, numa entrevista à televisão Al-Jazeera, que "em breve perderá a paciência", admitindo o recurso à violência para derrubar o Governo.

Há vários meses que o partido exige a saída do Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, acusando-o de ter corrompido o país.

Há vários meses que o partido exige a saída do Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, acusando-o de ter corrompido o país.

© Mike Hutchings / Reuters

"Não temos medo do Exército, não temos medo de combater, nós vamos combater", disse Julius Malema, líder do EFF (na sigla em inglês).

Há vários meses que o partido exige a saída do Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, acusando-o de ter corrompido o país.

No final de março, Jacob Zuma foi considerado culpado, pela justiça sul-africana, de ter violado a Constituição, ao recusar devolver parte dos 20 milhões de euros do erário público que gastou em obras na sua residência particular.

Frequentemente, os deputados do EFF perturbam as sessões do parlamento, ao interpelarem a presidente da assembleia sobre pontos do regimento ou exibindo 'slogans' contra Zuma.

O líder dos Combatentes pela Liberdade Económica foi excluído, em 2012, do partido Congresso Nacional Africano (ANC, na sigla em inglês), no poder, quando dirigia a camada mais jovem de militantes.

Julius Malema fundou, posteriormente, o EFF, partido de esquerda radical, que entrou no parlamento após as eleições legistativas de maio de 2014, onde obteve 6,35% dos votos, tornando-se a terceira força política sul-africana.

Lusa

  • Debate quinzenal no Parlamento: veja em direto e comente

    País

    As políticas de descentralização foram o tema escolhido pelo Governo para o debate quinzenal, mas a situação na Caixa Geral de Depósitos também deve marcar os trabalhos na Assembleia da República. Acompanhe aqui a discussão e participe no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Prioridades para a CGD: cortar custos e aumentar receitas
    2:16

    Caso CGD

    O principal objetivo do plano estratégico para a Caixa Geral de Depósitos, a que a SIC teve acesso, é cortar custos e aumentar receitas. A grande aposta da nova administração passa por apertar as regras para emprestar dinheiro e, por outro lado, recuperar o crédito que não está a ser pago.

  • Turismo da Madeira investe mais de 3 milhões de euros no programa de festas
    2:22

    País

    A Madeira já vive a época de Natal. O turismo da região investiu mais de 3 milhões de euros no programa de festas de Natal e Fim de Ano para atrair os turistas. Os residentes e também turistas aproveitam para desfrutar do ambiente mágico proporcionado pelas tradicionais iluminações à mistura com as decorações e gastronomia típicas da quadra.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.