sicnot

Perfil

Mundo

Eleições legislativas antecipadas na Sérvia

As cerca de 8.400 mesas de voto da Sérvia abriram hoje às 07:00 locais (5:00 em Lisboa) para as eleições legislativas antecipadas que, segundo todas as sondagens, o conservador SNS, no poder, vai ganhar.

Vojislav Sesel, líder do Partido Radical a votar esta manhã, em Belgrado.

Vojislav Sesel, líder do Partido Radical a votar esta manhã, em Belgrado.

© Marko Djurica / Reuters

O SNS, do atual primeiro-ministro Aleksandar Vucic, domina o cenário político sérvio e poderá repetir a maioria absoluta de março de 2014, quando elegeu 158 dos 250 deputados.

Os restantes partidos com possibilidades de ultrapassar a barreira obrigatória dos 5% para garantir representação parlamentar situam-se muito atrás.

No campo "pró-europeu", o SPS (centro-esquerda) surge com 11,5%, à frente dos Democratas (DS, centro-esquerda) e de uma coligação centrista-liberal em torno do ex-presidente Boris Tadic.

As eleições de hoje devem ainda confirmar o regresso ao parlamento do Partido Radical de Vojislav Seselj, (SRS, ultranacionalista, ausente em 2012 e 2014) e a estreia no hemiciclo da direita soberanista do DSS-Dveri, liderada por Bosko Obradovic, em conjunto creditados de 10% a 15%.

Uma viragem à direita num país confrontado com um desemprego perto dos 20%, cortes nas reformas e pensões, cortes na saúde e educação, aumento dos impostos, privatizações em série e com o campo radical "antieuropeu" a ganhar pontos.

Recentemente absolvido pelo Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia (TPIJ), Vojislav Seselj, 61 anos, arauto da "Grande Sérvia" no decurso das guerras jugoslavas da década de 1990 e que implicaram um prolongado isolamento internacional do país balcânico, empenhou-se durante a campanha a comparar o escrutínio a um referendo entre a União Europeia e a Rússia.

Na sequência da sua conversão ao pragmatismo e ao liberalismo, o primeiro-ministro insurgiu-se durante a campanha contra "os que pretendem fazer da Sérvia o leproso da Europa, um Estado pária na região e no mundo, fazendo-a deixar o caminho da Europa".

Após o início das conversações oficiais com Bruxelas em dezembro, na sequência e um acordo de "normalização de relações" com o Kosovo que permitiu oficializar a candidatura à UE, Vucic pretende com estas eleições garantir legitimidade reforçada para prosseguir as discussões de adesão.

Lusa

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.