sicnot

Perfil

Mundo

Obama intensifica alerta sobre possível saída do Reino Unido da UE

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Barack Obama, reforçou o alerta de que a Grã-Bretanha (GB) pode diminuir a sua influência global se sair da União Europeia, advertindo que um acordo comercial GB-EUA pode demorar dez anos.

Numa entrevista à cadeia de televisão BBC, no final da visita do presidente norte-americano à Grã-Bretanha, Obama disse que esta terá "menos influência globalmente" se aprovar uma saída da União Europeia (EU) no referendo marcado para junho.

Sobre um acordo comercial entre a Grã-Bretanha e os EUA, Obama disse: "Pode ser daqui a cinco anos, dez anos a partir de agora, até sermos capazes de conseguir fazer alguma coisa".

"O Reino Unido não será capaz de negociar algo com os Estados Unidos mais rápido do que a UE," disse, adiantando que os EUA "não iriam abandonar os esforços para negociar um acordo comercial" com o seu maior parceiro comercial, "o mercado europeu".

Hoje, Obama continua a sua visita à Europa, com uma deslocação à Alemanha, onde se encontrará com a chanceler Angela Merkel, líder da maior economia europeia.

Lusa

  • Obama confia no desmantelamento do Daesh em menos de um ano
    2:03

    Mundo

    Barack Obama acredita que o Daesh será desmantelado em menos de um ano. Palavras do Presidente dos Estados Unidos no final de uma visita a Londres, onde defendeu a permanência do Reino Unido na União Europeia. Obama já está na Alemanha para se encontrar com a chanceler Merkel.

  • Obama quer Europa "forte, próspera e unida"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Barak Obama, defendeu a necessidade de uma Europa "forte, próspera e unida" para enfrentar os desafios atuais, como a luta contra o terrorismo ou a gestão da crise internacional, numa entrevista hoje ao diário alemão Bild.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.