sicnot

Perfil

Mundo

Agência marítima cabo-verdiana interdita saídas após mortos em posto militar

A Agência Marítima e Portuária (AMP) cabo-verdiana interditou hoje as saídas ao mar "até segunda ordem", na sequência do caso dos 11 mortos encontrados num posto militar do país.

DULCENEIA RAMOS

"Mediante incidente ocorrido hoje em "Monte Txota", zona de São Domingos - ilha de Santiago, e por determinação da AMP - Agência Marítima e Portuária - as saídas ao mar estão interditas até segunda ordem", lê-se num comunicado da Cabo Verde Fast Ferry, empresa que realiza viagens de barco entre as ilhas cabo-verdianas.

"Neste sentido, a companhia informa que as viagens estão canceladas até que seja levantada a interdição por parte das autoridades", prosseguiu a nota da companhia, sem avançar mais pormenores.

Oito soldados e três civis, entre eles dois espanhóis, foram encontrados hoje mortos no posto militar de Monte Txota, em São Domingos, interior da ilha cabo-verdiana de Santiago, em circunstâncias ainda desconhecidas.

Os corpos serão transferidos ainda hoje para o hospital central da Praia para a realização das autópsias, confirmou o comandante adjunto da esquadra de São Domingos.

Durante a tarde de hoje, a imprensa cabo-verdiana avançava que os aeroportos foram fechados, mas a ASA, empresa que administra os aeroportos, disse que nenhum aeroporto foi encerrado e que houve apenas atrasos nalguns voos.

A presidente do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição), Janira Hopffer Almada, já endereçou uma mensagem ao primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, a solicitar "informações detalhadas" sobre o estado de segurança do país.

Manifestando "toda a disponibilidade para colaborar naquilo que for conveniente e necessário", Janira Hopffer Almada solicitou ainda ao Governo, que está em funções há quatro dias, que informe sobre as medidas que pretende tomar para a segurança do país.

Lusa

  • Manchester canta "Don't Look Back in Anger" dos Oasis
    1:11

    Ataque em Manchester

    O Reino Unido cumpriu esta manhã, às 11:00, um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do ataque de segunda-feira em Manchester. Nesta cidade britânica, uma mulher começou a cantar a canção dos Oasis "Don't Look Back in Anger" e a multidão logo se juntou, num momento tocante.

  • Mesquita é demasiado pequena para a quantidade de fiéis que há em Lisboa
    1:16
  • Herói de Paris não vai à Rússia
    2:12
  • Mourinho volta a conquistar a Europa

    Liga Europa

    O Manchester United conquistou esta quarta-feira a Liga Europa pela primeira vez. Este foi o quarto título europeu para Mourinho, depois das conquistas da Taça UEFA, em 2002/03, e da Liga dos Campeões, em 2003/04 e 2009/10.

  • Hoje é o dia internacional da criança desaparecida
    1:52

    País

    Assinala-se esta quinta-feira o dia internacional da criança desaparecida, numa altura em que foi conhecido um dado preocupante: há cada vez mais raptos parentais. O Instituto de Apoio à Criança recebe, por dia, 10 pedidos de ajuda.

  • Primatóloga Jane Goodall na Cimeira National Geographic em Lisboa
    3:00