sicnot

Perfil

Mundo

Casal homossexual vence na Justiça tailandesa custódia de bebé

Um casal homossexual hispano-americano, retido na Tailândia com o seu bebé de 15 meses nascido de uma mãe de substituição tailandesa que recusou a partida da criança, ganhou a causa num tribunal de Banguecoque.

Manuel Valero à saída do tribunal.

Manuel Valero à saída do tribunal.

APTN

"Pelo interesse da criança, só o queixoso terá agora a guarda exclusiva da criança", declarou o juiz, após o resumo de veredito, citado pela agência France Press.

"Os queixosos são homossexuais mas a sua homossexualidade não é obstáculo à educação da criança nem às suas capacidades de a fazerem feliz como todas as crianças têm direito", salientou o juiz.

O norte-americano Gordon Lake e o seu esposo espanhol Manuel Valero defrontam há meses a mãe de substituição a quem recorreram para a conceção de Carmen, nascida em janeiro de 2015. Perante a sua recusa de assinar os papéis que permitia ao casal sair da Tailândia com o bebé, os dois homens recorreram à justiça. Segundo eles, Patita Kusonrang mudou de opinião quando descobriu que eram um casal homossexual.

"Estamos tão felizes por este pesadelo ter terminado", confessou Manuel Valero à saída do tribunal, com lágrimas nos olhos. O casal já tem um filho igualmente nascido de maternidade de substituição, e vive habitualmente em Valença, Espanha.

A Tailândia tem uma reputação controversa na questão da maternidade de substituição, um comércio lucrativo há já algum tempo e sem enquadramento legal. Mas em fevereiro de 2015, uma lei veio proibir aos estrangeiros o recurso a mães de substituição tailandesas. A aprovação da lei foi desencadeada pelo caso da criança com trissomia 21 que foi rejeitada pelo casal australiano que tinha recorrido à maternidade de substituição, mas que no entanto ficou com a gémea que não tinha síndrome de Down.

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC