sicnot

Perfil

Mundo

Casos de adultério na China triplicaram desde 2000

Os casos de adultério na China triplicaram nos últimos quinze anos e, em média, um em cada três maridos ou uma em cada 7,5 esposas são infiéis, indicam estatísticas divulgadas na imprensa oficial.

Reuters

A infidelidade é também o principal motivo de 75% dos divórcios na China, segundo Shuxin, diretora do Centro de Pesquisa Nacional para Serviços de Aconselhamento Matrimonial, citada pelo jornal Global Times.

A mesma fonte revelou que 23% dos casos estão associados ao uso do 'WeChat' e do 'Momo', duas aplicações de 'chat' móveis frequentemente utilizadas para "engates" e com uma difusão ímpar na China.

Aliado ao fenómeno estão também os detetives privados, procurados pelo cônjuge traído para obter provas da "facadinha", como fotografias ou vídeos, usadas depois em tribunal para garantir uma compensação.

Um detetive citado pelo jornal Beijing Times revelou que cobra, no mínimo, 40.000 yuan (5.465 euros) por cada serviço.

Nos últimos anos, o adultério surgiu associado à queda de dezenas de quadros superiores chineses.

Embora não seja um crime punido pelo Código Penal chinês, é considerado "uma violação da moral socialista" e "um comportamento inaceitável" para os membros do Partido Comunista da China.

O antigo ministro dos Caminhos de Ferro Liu Zhijun, condenado à morte com pena suspensa por dois anos, em 2013, teria "mais de uma dezena de amantes", entre as quais "várias atrizes", disseram os jornais na altura.

Outro caso envolveu Zhou Yongkang, o mais alto líder chinês preso condenado por corrupção desde a fundação da República Popular da China, em 1949, e que terá mantido diferentes amantes em seis "residências privadas".

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.