sicnot

Perfil

Mundo

Criadora do vestido de casamento de Kate Middleton acusada de plágio

A designer britânica Christine Kendall acusa a marca Alexander McQueen, responsável pela confeção do vestido de Kate Middleton, de ter copiado os seus esboços para fazer o vestido de casamento da Duquesa de Cambridge.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Segundo o Financial Express, a designer especialista em vestidos de noiva decidiu processar a Alexander McQueen por plágio. Os esboços em questão terão sido enviados para o palácio de Buckingham cinco meses antes do casamento real, mas Christine Kendall não foi a escolhida para fazer o vestido do casamento real.

Agora, passados quase cinco anos, surge a polémica. Sarah Burton, colaboradora da Alexander McQueen, é acusada de copiar um vestido de Christine Kendall para criar o que Kate usou no dia 29 de abril de 2011.

Entretanto, a marca de McQueen já reagiu às acusações dizendo que “Sarah Burton não viu nenhum dos esboços da Christine Kendall, nem a conhecia" e acrescenta que só 13 meses depois do casamento é que Christine Kendall entrou em contacto eles. A marca considera a acusação "ridícula".

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.