sicnot

Perfil

Mundo

David Cameron diz que vítimas de Hillsborough tiveram "a merecida justiça"

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, felicitou hoje o júri de Warrington por ter proporcionado "a merecida justiça" aos 96 adeptos de futebol do Liverpool que morreram no estádio Hillsborough, em 1989, considerando tratar-se de "um dia histórico".

Familiares das vítimas reagem ao veredito

Familiares das vítimas reagem ao veredito

Reuters

"Dia histórico, com a investigação sobre Hillsborough a oferecer a merecida justiça após tanto tempo aos 96 adeptos do Liverpool que morreram nesta tragédia", escreveu David Cameron na sua conta no Tweeter, menos de uma hora depois de ter sido conhecida a decisão.

O júri reunido em Warrington, a 25 quilómetros de Liverpool, concluiu que a morte de 96 adeptos do Liverpool no estádio Hillsborough, a 15 de abril de 1989, não foi acidental e que existiram erros da polícia inglesa que contribuíram para a tragédia.

Após dois anos de exposição de provas e da mais longa investigação legal em Inglaterra, o júri concluiu que o comportamento dos adeptos do Liverpool não contribuiu para o incidente em Sheffield, que provocou também centenas de feridos.

Os jurados consideraram ainda a polícia inglesa cometeu erros tanto no planeamento da segurança da meia-final da Taça de Inglaterra entre o Liverpool e o Nottingham Forest como no dia do jogo, que contribuíram para o caso mais grave ocorrido nos estádios britânicos.

Desde março de 2014, data do início do julgamento em Warrington, os jurados ouviram mais de 800 testemunhos sobre os incidentes motivados pela sobrelotação do estádio do Sheffield Wednesday.

O novo inquérito foi ordenado em 2012, após forte pressão por parte das famílias das vítimas, na sequência da anulação do veredicto inicial, que apontava para a morte acidental dos 96 adeptos

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.