sicnot

Perfil

Mundo

Noruega vai apelar da condenação por tratamento desumano contra Breivik

O Estado norueguês vai apelar da sua condenação por ter sido considerado que impôs na prisão um "tratamento desumano" ao extremista de direita Anders Behring Breivik, anunciou hoje o ministro da Justiça.

© Norsk Telegrambyra AS / Reute

"Pedi hoje ao advogado do Estado para recorrer da condenação", indicou num comunicado o ministro Anders Anundsen, seis dias após a decisão do tribunal de Oslo que considerou contrárias à Convenção Europeia dos Direitos Humanos as condições de detenção de Breivik, preso por ter matado 77 pessoas em 2011.

O extremista de 37 anos, que se identifica agora abertamente como neonazi, está em isolamento há cerca de três anos.

Em agosto de 2012 Breivik foi condenado a 21 anos de prisão por ter matado oito pessoas na explosão de uma bomba perto da sede do governo em Oslo e, depois, 69 outras a tiro, na maioria adolescentes que participavam num acampamento da juventude trabalhista.

A sua pena pode ser prolongada enquanto for considerado perigoso.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.