sicnot

Perfil

Mundo

Onze pessoas encontradas mortas em posto militar em Cabo Verde

O número de mortos encontrados hoje num posto militar na ilha cabo-verdiana de Santiago subiu de cinco para 11, depois de as autoridades policiais locais terem encontrado os corpos de mais seis soldados dentro de uma caserna.

Em declarações à agência Lusa, Francisco Gomes, comandante adjunto da esquadra da Polícia Nacional de São Domingos, a norte da cidade da Praia, os seis soldados foram encontrados mortos numa caserna militar do posto de vigia de Monte Txota, próximo do principal centro de telecomunicações do país.

Segundo Francisco Gomes, há ainda um soldado desaparecido.

Antes, o comandante da polícia tinha dito à Lusa que cinco pessoas, incluindo dois estrangeiros, foram encontradas mortas no posto militar de vigia do Monte Txota.

Francisco Gomes adiantou que os cinco corpos foram encontrados por volta das 11:00 de hoje (13:00 em Lisboa) no posto militar Monte Txota, a cerca de 45 minutos da capital cabo-verdiana.

Entre os mortos, contam-se dois civis estrangeiros - um cidadão espanhol e outro cuja nacionalidade está ainda por confirmar, um civil cabo-verdiano e dois militares daquele posto.

Segundo o responsável da polícia, as vítimas terão sido atingidas por disparos de AKM (versão da espingarda automática kalashnikov), arma usada pelas forças armadas de Cabo Verde.

No local, encontram-se elementos da Polícia Judiciária, Polícia Militar, Bombeiros e Polícia Nacional, que estão a investigar o que poderá estar na origem das mortes.

Uma testemunha ouvida pela agência Lusa e que não quis ser identificada, disse que na segunda-feira viu um carro com turistas a subir em direção ao local, o que não estranhou por se tratar de um local turístico.

A imprensa cabo-verdiana, citando fontes policiais, noticiou que a viatura em causa foi encontrada abandonada na zona da Cidadela, arredores da capital de Cabo Verde, tendo no interior uma arma AKM.

Lusa

  • Kikas faz história
    1:22
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Nove fatores que aumentam o risco de demência

    Mundo

    Um em cada três casos de demência podia ter sido evitado sem recorrer a medicamentos. Um estudo publicado na revista científica The Lancet explica como é possível evitar a demência e quais os fatores que contribuem para a doença.

  • Hindus pedem a troca de nome da cerveja brasileira Brahma

    Mundo

    Um grupo de hindus pediu a mudança da marca de cerveja Brahma, propriedade da multinacional cervejeira Anheuser-Busch InBev, com sede em Lovaina, na Bélgica, argumentando que é inapropriado uma bebida alcoólica ter o nome que um deus hindu.

  • Manuais oferecidos aos alunos do 1.º ano não podem ser reutilizados
    2:42

    País

    As escolas querem que sejam devolvidos aos alunos os manuais do 1.ºo ano que foram dados gratuitamente pelo Estado para serem reutilizados nos próximos anos. A Associação de Diretores de Agrupamentos diz que os livros estão praticamente todos em bom estado, mas da forma como são feitos pelas editoras é impossível voltar a usá-los. As escolas querem que o Executivo chegue a um entendimento com as editoras para conceber manuais reutilizáveis.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.